Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

C5 Aircross Hybrid: Começou ofensiva elétrica da Citroën

A Citroën lança a sua ofensiva elétrica, desvendando o novo SUV C5 Aircross Hybrid: o primeiro híbrido plug-in da marca francesa que estará disponível para encomenda em janeiro e será entregue no início do verão.

O C5 Aircross Hybrid pouco se diferencia em termos de design do modelo base, embora existam apontamentos únicos na forma do denominado Pack Color, com foco na cor Azul Anodizado, que simboliza o híbrido recarregável. Esse Pack Color está patente nas inserções coloridas nos Airbump nas portas e na zona inferior do para-choques dianteiro. A marca aponta um total de 39 combinações exteriores possíveis para o C5 híbrido.

Destaque ainda para um logótipo ‘ḧybrid’, com o ‘ḧ’ estilizado a representar não só o híbrido, como também uma tomada elétrica e os tremas da Citroën. A porta de carga no lado esquerdo, simétrico ao do combustível no lado direito, também deixa perceber a sua vocação elétrica.

Adotando um sistema híbrido semelhante ao dos “primos” Peugeot 508 e 3008, o SUV francês anuncia consumos de 1,7 l/100 km e emissões de CO2 de 39 g/km (WLTP). Tudo isto graças a um motor 1.6 Puretech de quatro cilindros turbo de 180 CV que opera em conjunto com um motor elétrico de 107 kW – débito total de 225 CV e 320 Nm de binário máximo, transmitidos para o eixo dianteiro através de uma caixa automática de oito velocidades com conversor de binário.

A bateria de 13.2 kWh está situada sob os bancos traseiros, dando-lhe uma autonomia em modo elétrico de 50 quilómetros, já de acordo com o ciclo de medições WLTP. O seu carregamento demora pouco menos de duas horas numa wallbox de 32 A e 7.4 kW, sendo que as demais opções são mais morosas. Numa tomada Green’up Legrand de 14 A demora cerca de quatro horas, enquanto numa tomada doméstica comum de 8 A, o processo demora já sete horas.

No interior, o retrovisor eletrocromático é específico, dispensando contorno, emitindo uma luz azul do lado contrário quando conduzido em modo elétrico. O painel de instrumentos de 12.3″ tem novos grafismos, o mesmo se aplicando ao tablet central de 8″, contando ainda com um novo seletor de modos de condução na consola central, que permite escolher entre a condução Elétrica (em velocidades até aos 135 km/h), Hybrid e Sport.

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS:

– Motor térmico: PureTech 180 S&S Euro 6 – 180 cv (132 kW)
– Motor elétrico: 110 CV (80 kW) alojado entre o motor térmico e a caixa de velocidades
– Potência acumulada : 225 CV (165 kW)
– Bateria: 200 V Li-Ion (iões de lítio) de 13.2 kWh
– Transmissão 4×2 às rodas dianteiras
– Binário do motor elétrico: 320 Nm
– Caixa automática eletrificada ë-EAT8
– Autonomia em ZEV : 50 km (funcional até 135 km/h) – ciclo WLTP
– Emissões de CO2: 39 g/km – ciclo WLTP
– Consumo misto: 1,7 L/100 km3 – ciclo WLTP
– Tempos de carga:
– Menos de 2h num WallBox 32A, com carregador opcional 7,4 kW
– 4h numa tomada 14A do tipo Green’up Legrand, com carregador da série 3,7 kW
– 7h numa tomada doméstica normal 8A, com carregador 3,7 kW

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Acabaram o doutoramento e o futuro reserva-lhes um salário de 1201 ou de 3192 euros
Marketeer
Nesta cozinha há Lisboa e novos petiscos para partilhar