Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Renovado Audi e-tron agora com maior autonomia

O SUV elétrico Audi e-tron 55 quattro ganha assim cerca de 25 quilómetros de autonomia passando a totalizar 436 quilómetros sem necessidade de carregamento.

Este aumento foi obtido graças a uma atualização de software e alteração do formato dos travões que permite menos perdas de energia (normalmente causadas pela proximidade entre as pinças e o disco de travão). Também o próprio sistema propulsor composto por dois motores foi modificado.

Em condução normal, o motor no eixo traseiro fornece energia quase em exclusivo, com uma série de melhorias feitas a desconectarem, quase por completo, o motor dianteiro da fonte de eletricidade, ou seja, aumentando a eficiência do conjunto.

Apenas quando o condutor necessita de mais potência é que os dois motores atuam em conjunto. Resultado prático, indica a Audi, é o aumento da capacidade útil da bateria, que é agora de 86.5 kWh de um total de 95 kWh.

Os engenheiros da Audi também trabalharam na vertente da eficácia térmica, sobretudo na refrigeração. O sistema flexível de gestão térmica, composto por quatro circuitos separados, foi revisto e regula agora a temperatura dos componentes de alta voltagem de forma mais eficiente.

Paralelamente, os volumes de líquido refrigerante no circuito foi reduzido, o que significa que a bomba utiliza menos energia. Este sistema de arrefecimento continua a garantir, de acordo com a Audi, “carregamento rápido DC, um ciclo longo de bateria e performance reproduzível mesmo sob cargas pesadas”.

O SUV alemão recebe ainda um pacote S line para maior desportividade, com jantes de até 20 polegadas, para-choques mais agressivos (com maiores cortinas de ar laterais), soleiras das portas em alumínio com logótipo ‘S line’. Na traseira, spoiler e difusor garantem uma aerodinâmica melhorada.

A Audi irá propor uma nova versão e-tron – a 50 quattro – como SUV ou em formato Sportback, com 230 kW de potência e 540 Nm de binário, com uma aceleração dos zero aos 100 km/h em 6,8 segundos e velocidade máxima de 190 km/h. O sistema elétrico total desta versão é cerca de 120 kg mais leve do que no 55, com a bateria a dispor de uma capacidade total de 71 kWh e 64.7 kWh útil. A autonomia elétrica é de 336 quilómetros (ciclo WLTP) para o SUV e de 347 quilómetros para o Sportback.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Quantas faltas justificadas pode dar no trabalho?
Marketeer
Guerra do streaming: consumidores dão oportunidade aos novos players