Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

10 mitos sobre carros elétricos (desmistificados pela Hyundai)

Após a realização de um inquérito a 2.000 condutores de vários tipos de motorizações no Reino Unido, a Hyundai abordou os dez principais mitos e preocupações sobre veículos elétricos.

1. A autonomia de uma viatura elétrica perturba-o? Não entre em pânico! Um veículo elétrico percorre entre 150 a 300 quilómetros com um único carregamento e alguns dos modelos Hyundai vão ainda mais longe, até aos 482 quilómetros, como é o caso do Hyundai Kauai Electric.

2. Está preocupado em não encontrar locais para carregamento? Não esteja! Atualmente já é possível encontrar postos de carregamento em estações de serviço, centros comerciais, hotéis, parques de estacionamento públicos, estacionamento municipal e a rede está em constante evolução.

3. Considera as viaturas elétricas muito caras? Pense novamente. Com opções cada vez mais acessíveis e competitivas e ainda a vantagem de ter menos peças para reparar ou substituir, os custos de utilização dos veículos elétricos são significativamente mais baixos que aqueles dos veículos Diesel ou gasolina.

4. Preocupado com a lentidão dos veículos elétricos? Não é verdade! Os veículos elétricos podem acelerar com a mesma rapidez, se não com mais, que os veículos a diesel ou gasolina. O Hyundai Kauai Electric, por exemplo, consegue acelerar dos 0 aos 100 km/h em 7,9 segundos.

5. Acha que não pode conduzir um veículo elétrico durante a lavagem ou durante de uma tempestade de relâmpagos? É claro que não se deve conjugar eletricidade e água. Contudo, quando se trata de uma viatura elétrica,
é seguro fazer a lavagem normal da viatura, assim como não há nenhum risco extra ao conduzir durante uma tempestade de relâmpagos.

6. Não há soluções suficientes no mercado? O mercado de viaturas elétricas tem vindo a expandir. De facto, a Hyundai possui a maior gama de mobilidade elétrica do mundo, incluindo as mais recentes viaturas elétricas, híbridas e de hidrogénio do mercado.

7. Preocupa-o que as baterias das viaturas elétricas estejam a aumentar a crise dos aterros? De facto, as baterias podem ser recicladas, assim como as baterias das viaturas Diesel ou gasolina. As células de viaturas elétricas podem ser utilizadas para armazenar a energia solar e eólica, ou podem ainda ser desmanteladas para serem reutilizados os seus elementos mais valiosos.

8. Tem dúvidas em relação à segurança das viaturas elétricas? Pode ter a certeza de que as viaturas elétricas passam pelos mesmos testes e atendem aos mesmos padrões de segurança exigidos às viaturas Diesel ou gasolina.

9. Preocupado com a assistência em viagem? Não há razão para isso! Agora a maioria destes prestadores de serviços também estão preparados para assistir viaturas elétricas.

10. Acha que uma viatura elétrica não será tão responsiva como uma viatura Diesel ou gasolina? Não vai ficar desapontado. Mal pressione o acelerador, a transição entre parado e em aceleração é instantânea.

A Hyundai realizou um estudo que revela que existem 36.750 formas diferentes de conduzir, demonstrando como o tipo de viatura que se conduz afeta o estilo de condução – este número foi atingido após a marca identificar os seis principais fatores que impactam o estilo de condução e desenvolvido uma forma de os avaliar no dia a dia.

A Hyundai fez um inquérito a 2.000 condutores do Reino Unido para explorar as opiniões acerca dos diferentes estilos de condução, das motorizações alternativas (AFV) e dos preconceitos relativos às viaturas elétricas, uma vez que a sociedade está a transitar para o futuro da condução a zero emissões.

Quase um quinto dos proprietários de veículos Diesel e gasolina adiam a transição para os elétricos, por se sentirem preocupados com o facto de terem de conduzir em condições climatéricas adversas como por exemplo uma tempestade de relâmpagos.

O interesse em motorizações mais ecológicas continua a crescer, com as vendas de viaturas totalmente elétricas a apresentarem uma variação de 151% em outubro, à medida que os Britânicos procuram reduzir a pegada de carbono e os custos de utilização. Apesar deste crescimento, e dos planos do Governo para descontinuar a comercialização de viaturas Diesel e gasolina até 2040, os mitos sobre as viaturas elétricas (EV) permanecem.

Um inquérito realizado com condutores de viaturas a combustão revelou que 22% destas pessoas não se sentiriam seguras a carregar um veículo elétrico. Entretanto, 18% assumem que se sentiriam inseguros ao conduzir durante uma tempestade de relâmpagos e 12% não se sentiriam confortáveis em carregar o telemóvel numa viatura elétrica.

Apesar de circularem em Londres mais de 20.000 viaturas elétricas, 1.700 táxis elétricos e ter a maior frota de autocarros elétricos da Europa, também é na capital britânica que os condutores de viaturas Diesel e gasolina mais se preocupam com os supostos riscos da condução de zero emissões.

Quase um terço dos Londrinos mostrou medo de conduzir debaixo de relâmpagos, e um terço sentir-se-ia inseguro em conduzir com chuva. Comparativamente, em East Anglia estas preocupações descem para apenas 11% da população.

A Hyundai levou a cabo esta primeira desmistificação de mitos com a OnePoll, enquanto a sociedade procura reduzir a pegada ambiental – com o setor automóvel a investir milhões para entregar ao mercado mais viaturas elétricas, facilitando a transição para um futuro da condução a zero emissões.

Dos 2.000 condutores de viaturas Diesel, gasolina e de motorizações alternativas (AFV – Alternatively-Fuelled Vehicle) que responderam a este inquérito da Hyundai, 56% afirmaram que o Governo está a agir corretamente, incentivando os condutores a mudar para AFVs até 2040.

Este inquérito prossegue outro estudo realizado pela marca onde 46% dos condutores apresentaram a ansiedade provocada pela autonomia da viatura como uma das principais preocupações na compra de viaturas elétricas. Os mitos podem estar relacionados com a falta de informação acerca das viaturas elétricas, já que 28% dos inquiridos revelou que não sabe o suficiente acerca dos EV.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...