Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

#Ensaio – Mercedes-Benz CLA – Elegância compacta

Tem o mesmo visual do imponente CLS, mas com um tamanho mais comedido e acessível, o que também acontece com a gama de motores.

Pertence ao número elevado de soluções que a Mercedes-Benz disponibiliza para esta plataforma, mas conta com uma elegância um pouco invulgar até para este segmento. O novo CLA tem praticamente as mesmas linhas do seu irmão de maior porte, mas numa categoria a que muitos mais consumidores podem aceder, por incluir uma gama de motorizações que também é mais compacta e com uma etiqueta de preço a condizer.

Quando olhamos para a carroçaria no meio dos outros automóveis chegamos mesmo a ficar na dúvida se este será o elegante coupé de quatro portas de maiores dimensões ou o mais compacto. E em muitos destes momentos, só ficamos mesmo com a certeza quando nos aproximamos mais ou quando olhamos para a sigla CLA colada na tampa da bagageira. A configuração de quatro portas a que chamam Coupé, dispensa a moldura das janelas laterais e mantem uma elegância elevada, com uma linha de tejadilho mais original e descendente, que se funde com a bagageira de uma forma muito harmoniosa.

As óticas contam com um desenho que também é muito semelhante, mas os conjuntos dianteiros já foram atualizados para a versão mais recente e contam com um desenho mais elaborado nos LED que compõem as luzes de condução diurna. Ou seja, mantem-se a sobrancelha superior, mas foi acrescentado um novo elemento nas extremidades da zona inferior das óticas. Pode parecer um simples pormenor, mas a verdade é que é um daqueles que notamos quando vemos o CLA pelo espelho retrovisor.

O desenho da carroçaria está também feito de forma a que o CLA parece bem mais largo do que um Classe A Limousine, por exemplo, e bem mais comprido. No papel, a diferença é de apenas alguns milímetros, mas frente a frente, o CLA parece bem mais generoso em termos de dimensões.

No habitáculo as diferenças já não são assim tão evidentes, e tirando o facto da linha de cintura da carroçaria ser um pouco mais elevada e o tejadilho mais descendente, todo o ambiente é precisamente o mesmo de diversos outros modelos da marca, especialmente os que andam em torno desta categoria. Ainda assim, há que salientar que a suspensão do CLA Coupé é um pouco mais evoluída que a do Classe A e isso sente-se com alguma facilidade nas vias em que o estado de conservação do piso não é dos melhores. A bordo deste CLA tudo é germânicamente sólido, mas sem prejudicar muito o conforto, o que é bastante positivo.

Quanto ao motor, trata-se daquele que é, talvez, o mais falado de todos os tempos na história da Mercedes-Benz. Primeiro porque está presente em inúmeras versões da marca alemã e depois porque ficará para sempre conhecido como “o motor da Renault”. O turbodiesel de 1,5 litros de cilindrada resulta da parceria com a marca francesa, mas o que muita gente não consegue admitir é que se trata de uma das melhores opções do mercado com esta capacidade. E no caso do CLA não é exceção. A versão 180d oferece médias de consumo muito comedidas e não se importa de fazer algumas tiradas de autoestrada mais longas sem qualquer dificuldade. Se tivermos de apontar defeitos, podemos comentar o facto de o bloco ser um pouco mais ruidoso do que o desejado, mas isso é apenas uma questão da Mercedes-Benz trabalhar um pouco mais o isolamento acústico do habitáculo, tal como a Renault tem feito nos seus modelos mais recentes.

Com a caixa de velocidades automática já incluída, o preço do CLA 180d fica ligeiramente acima da fasquia dos 40 mil euros e se adicionarmos o custo de todos os extras presentes na unidade ensaiada, este valor ainda consegue subir para cima dos 50 mil, mas é o preço a pagar pelo formato mais exclusivo e elegante, bem como pelas melhorias em termos de suspensão.

VEREDICTO
Se o CLS já fica um pouco acima do orçamento, o CLA Coupé poderá ser uma excelente opção, uma vez que conta com uma estética muito aproximada, mas com um tamanho mais compacto e com uma motorização diesel que nos desafia a gastar cada vez menos combustível.

FICHA TÉCNICA

Mercedes-Benz CLA 180d Auto

MOTOR: 4 cilindros em linha; injeção direta com turbo; Cilindrada (cm3): 1.461; Potência máxima (cv/rpm): 116/4.000; Binário máximo (Nm/rpm): 260/1.750-2.500; TRANSMISSÃO: Tração dianteira; Caixa automática de sete velocidades; Suspensão (fr./tr.): Independente, tipo McPherson; Independente, multibraços; DIMENSÕES: Comprimento/Largura/Altura (mm): 4.688/1.439/1.830; Distância entre eixos (mm): 2.729; Largura de vias (fr./tr.) (mm): 1.612/1.602; Travões (fr./tr.) Discos ventilados/Discos; Peso (kg): 1.490; Capacidade da bagageira (l): 460; Depósito de combustível (l): 43; Pneus (fr./tr.): 225/45 R17; PRESTAÇÕES: Aceleração de 0-100 km/h (s) 10,7; velocidade máxima (km/h) 205; CONSUMOS:urbano/extraurbano/combinado (l/100 km): 4,2/3,6/3,8; Emissões de CO2 (g/km) 100;

PREÇO (versão base): 40.074 euros
PREÇO (unidade ensaiada): 50.353 euros

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Estas profissões vão desaparecer já a partir deste ano. Saiba se a sua é uma delas
Marketeer
Adidas espera crescer à boleia de Beyoncé