Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Audi Q7 passa a ter duas novas versões híbridas plug-in

A Audi passa a integrar na gama Q7 duas versões híbridas plug-in: a 55 TFSI e quattro e a 60 TFSI e quattro.

A novas versões “eletrificadas” contam com um motor V6 3.0 turbo TFSI a gasolina com um motor elétrico integrado na caixa automática de oito velocidades – e bateria de iões de lítio com 17,3 kWh de capacidade arrefecida a líquido para alimentar o motor elétrico.

Enquanto o Q7 55 TFSI e quattro é capaz de debitar uma potência de 381 CV e um binário de 600 Nm, o Q7 60 TFSI e quattro chega aos 456 CV de potência e 700 Nm de binário – ambos os modelos com uma autonomia anunciada de até 43 quilómetros.

Em termos de performance, em modo “overboost”, a versão 60 é capaz de uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 5,7 segundos (5,9 segundos para a versão 55) e de atingir uma velocidade máxima (limitada eletronicamente) de 250 km/h – em modo elétrico, a velocidade máxima fica-se pelos 135 km/h. Os consumos anunciados são de de 3 l/100 km e emissões de CO2 entre 64 e 69 g/km.

Embora também ofereça os modos de funcionamento Hybrid Auto e Hybrid Hold (este permite a poupança máxima da bateria, devendo utilizar-se apenas na cidade ou em situações de congestionamento), por definição, o Q7 TFSI e quatro arranca sempre no modo elétrico, pelo que já conta com um altifalante na cava da roda dianteira direita, que emite uma sonoridade específica para alertar, em meio urbano, peões e ciclistas para a sua presença.

A destacar ainda uma função “à bolina” que desliga o motor e recupera energia cinética para a bateria, sendo possível recuperar até 25 kW neste processo.

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Estas profissões vão desaparecer já a partir deste ano. Saiba se a sua é uma delas
Marketeer
Adidas espera crescer à boleia de Beyoncé