Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

O adeus do Suzuki Jimny à Europa?

A Suzuki decidiu deixar de comercializar o seu Jimny no continente europeu “com efeito imediato”, indica a Autocar India.

Em causa estarão os elevados níveis de emissões de CO2: o motor do Jimny de 1.5 litros a gasolina de 102 CV emite 154 g/km de CO2 com caixa manual ou 170 g/km com caixa automática.

Como a gama de uma marca automóvel a operar na Europa só poderá emitir uma média de 95 g/km de CO2 em 2021, e o Jimny não ajuda aos (atuais) números da Suzuki, a fabricante decidiu deixar de comercializar o modelo no continente europeu – e já avisou os seus concessionários para rejeitarem todos os pedidos de compra para o Jimny.

Mas o Jimny não irá desaparecer: a Suzuki promete que o modelo irá voltar às estradas do velho continente logo no decorrer do próximo ano. Com um pequeno detalhe que fará toda a diferença: sem bancos traseiros. E porquê?

Porque o modelo nipónico deixará de ser um ligeiro de passageiros para se transformar num comercial ligeiro (o espaço deixado pelos bancos traseiros permitirá contar com um grande espaço de carga). E, como se sabe, os veículos comerciais não estão sujeitos às mesmas regras de emissões poluentes.

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...