Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Uber quer condutores a trabalhar com Nissan Leaf em Londres

A Nissan e a Uber assinaram um acordo para apoiar a introdução de 2.000 Nissan Leaf totalmente elétricos para condutores que utilizarem a aplicação Uber na capital inglesa.

A frota de Nissan LEAF de 40kWh, que podem percorrer até 390 quilómetros com um único carregamento, será disponibilizada aos condutores como parte do projeto “Clean Air Plan” da Uber. A Nissan vai proporcionar à Uber um programa específico de formação sobre automóveis elétricos, preços de transação especiais e um plano de marketing para estimular a adesão aos automóveis de emissões zero. Este acordo irá ajudar a atingir o objetivo da Uber de conseguir que todos os automóveis registados na aplicação na capital inglesa – cerca de 45.000 condutores – sejam 100% elétricos a partir de 2025.

Lançado em janeiro de 2019, o Clean Air Plan da Uber pretende combater a poluição atmosférica ao ajudar os condutores na transição para um automóvel elétrico através da introdução de uma “Clean Air Fee” (taxa de ar não poluído) de 15 pence (aproximadamente 18 cêntimos) por milha (1,6 km) são adicionados em todas as viagens em Londres, com o intuito de ajudar os condutores com o custo da transição para um veículo elétrico.

No primeiro ano, a Uber angariou mais de 80 milhões de libras (cerca de 95 milhões de euros) para apoiar os condutores na transição para automóveis elétricos, prevendo angariar mais de 200 milhões de libras (aproximadamente 237 milhões de euros) ao longo dos próximos anos.

Através do projeto “Clean Air Plan”, os condutores vão poupar em média 4.500£, (5.350 euros) dependendo dos quilómetros conduzidos, na mudança para um automóvel elétrico. Uma vez que um condutor tenha adotado um veículo totalmente elétrico, a “Clean Air Fee” é utilizada para apoiar nos custos correntes do veículo.

No primeiro ano do “Clean Air Plan” da Uber, foram realizadas 900.000 viagens Uber em automóveis elétricos, um aumento superior a 350% relativamente ao ano anterior. Todas as semanas mais de 500 condutores estão agora a utilizar automóveis elétricos de emissões zero.

Para satisfazer o aumento da procura por automóveis elétricos na capital, a “Transport for London” instalou mais de 1.000 pontos de carregamento para automóveis elétricos apenas no último ano. Uma avaliação recente aos municípios de Londres verificou que Westminster havia instalado 375 carregadores públicos até ao final de agosto de 2019, mais que qualquer outra autoridade local no RU.

Ler Mais

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...