Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Os carros mais fiáveis para mais de 43 mil condutores

A Lexus é a campeã da fiabilidade das 37 marcas para as quais a DECO Proteste obteve resultados válidos, com base em respostas para 80.829 automóveis.

Para calcular o índice de fiabilidade, a DECO Proteste as visitas à oficina indicadas pelos 43 756 condutores que responderam ao nosso inquérito, sem considerar as necessárias para a manutenção regular do veículo, nem arranjos devidos a algum acidente. Quanto maior a quantidade e a gravidade das avarias, pior o índice de fiabilidade.

Avarias em 37 marcas

A Lexus, marca de luxo da Toyota, mantém a liderança alcançada no estudo de 2018, mas a diferença face às restantes marcas com cinco estrelas revela que tem havido um cuidado maior por parte dos fabricantes em aumentar a fiabilidade das marcas.

marcas de automoveis

Avarias determinam fiabilidade do carro

Os diferentes equipamentos elétricos existentes num automóvel (sem contar com o motor), como luzes, fecho centralizado das portas, vidros elétricos ou sistema limpa-vidros, têm sido os que registam mais avarias: 16% dos inquiridos referiram problemas nestas áreas. As marcas Alfa Romeo, Chevrolet, Citroën, Fiat, Lancia, Opel, Renault e Seat foram as que revelaram maior incidência de falhas.

Seguem-se as avarias no sistema de travagem, apontadas por 9% dos condutores que responderam ao nosso inquérito. Este problema, por poder ameaçar a vida dos ocupantes, tem mais peso na análise, sendo considerado o mais grave. As marcas com mais problemas neste sistema foram Citroën, Fiat, Lancia, Opel e Volvo.

Também com grande peso na determinação da fiabilidade de um veículo são as falhas no sistema de alimentação do carro (registadas em 6% dos casos), no motor (apontadas por 5% dos participantes) e no equipamento de segurança (referidas por 1% dos inquiridos).

Resultados para 529 versões

Para não penalizar os automóveis mais antigos ou que andam mais, nos cálculos do índice de fiabilidade, a DECO considerou a idade e o número total de quilómetros. Por ter este cuidado, é possível encontrar versões novas e mais antigas tanto no topo, como no final da classificação.

É o caso das duas que ocupam o primeiro lugar — Kia Niro 1600, de 2016, e Toyota Auris 1200, vendido entre 2013 e 2018 —, ambas bastante fiáveis, embora uma seja recente e outra já não possa ser comprada nova.

A associação encontrou assim as melhores e as piores versões em cinco categorias: citadinos, utilitários, familiares, MPV (veículos de utilização múltipla) e SUV (veículos utilitários desportivos). Em cada uma, apresentou as 10 versões mais fiáveis e as cinco que registaram maior quantidade de avarias.

A DECO identificou os automóveis através de marca, modelo, cilindrada, tipo de combustível e ano de início e final de comercialização. A cilindrada refere-se à que consta dos documentos e não à presente no nome do veículo.

Citadinos

Ideais para quem procura um automóvel pequeno e fácil de manobrar e de estacionar na cidade, onde os lugares podem ser mais apertados.

carros citadinos

Utilitários

Quando se precisa de mais um pouco de espaço, nestes modelos é possível transportar bagagens volumosas ou adultos com maior conforto.

carros utilitarios

Familiares

Com mais espaço interior e de bagageira, são uma opção quando a família começa a crescer ou para viagens mais longas.

carros familiares

MPV

Os veículos de utilização múltipla (ou MPV) distinguem-se pela versatilidade, com bancos rebatíveis ou amovíveis, e bastante espaço de arrumação.

 carros mpv

SUV

Se pretende espaço e uma condução agradável tanto em cidade como em estradas secundárias, opte por um veículo utilitário desportivo (SUV).

carros suv

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...