Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Atenção: GNR atenta a quem usar telemóvel durante a condução

A Guarda Nacional Republicana (GNR) iniciou uma campanha de segurança rodoviária para promover a não utilização do telemóvel enquanto se conduz.

Intitulada “A conduzir, não uses o telemóvel”, a campanha da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) está desde esta terça-feira, dia 11 de fevereiro, a decorrer nas “vias onde o índice de sinistralidade é mais elevado.”

A GNR irá assim realizar operações de fiscalização, inseridas no Plano Nacional de Fiscalização desenvolvido pela ANSR para 2020.

A execução do Plano Nacional de Fiscalização está enquadrada no cumprimento do Plano Estratégico Nacional de Segurança Rodoviária – PENSE 2020, o qual tem como desígnio “Tornar a Segurança Rodoviária uma prioridade para todos os Portugueses”.

Impacto negativo do manuseamento do telemóvel durante a condução:

– Aumento do tempo de reação;

– Má avaliação das velocidades;

– Não manutenção das distâncias de segurança;

– Mau posicionamento do veículo na via;

– Dificuldade na interpretação da sinalização, podendo até ser ignorada;

– Desrespeito das regras de cedência de passagem, designadamente em relação aos peões.

As forças de segurança alertam ainda para o facto da utilização do telemóvel, durante a condução, aumentar até quatro vezes o risco de ocorrência de acidente de viação.

O combate à sinistralidade rodoviária é um desígnio nacional e uma responsabilidade de todos os intervenientes no sistema rodoviário e começa em cada um de nós. Os acidentes podem ser evitados se todos cumprirmos o código da estrada e as regras de circulação.

 

 

ANSR – “A conduzir, não uses o telemóvel”

“A conduzir, não uses o telemóvel”Partilhamos consigo o vídeo da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), que assinala o lançamento da Campanha de Segurança Rodoviária “A conduzir, não uses o telemóvel”.No âmbito desta campanha, a Guarda Nacional Republicana irá realizar operações de fiscalização, inseridas no Plano Nacional de Fiscalização desenvolvido pela ANSR para 2020.A execução do Plano Nacional de Fiscalização está enquadrada no cumprimento do Plano Estratégico Nacional de Segurança Rodoviária – PENSE 2020, o qual tem como desígnio “Tornar a Segurança Rodoviária uma prioridade para todos os Portugueses”.Impacto negativo do manuseamento do telemóvel durante a condução:- Aumento do tempo de reação;- Má avaliação das velocidades;- Não manutenção das distâncias de segurança;- Mau posicionamento do veículo na via;- Dificuldade na interpretação da sinalização, podendo até ser ignorada;- Desrespeito das regras de cedência de passagem, designadamente em relação aos peões.A utilização do telemóvel, durante a condução, aumenta 4 vezes o risco de ocorrência de acidente de viação.O combate à sinistralidade rodoviária é um desígnio nacional e uma responsabilidade de todos os intervenientes no sistema rodoviário e começa em cada um de nós.Os acidentes podem ser evitados se todos cumprirmos o código da estrada e as regras de circulação.A DISTRAÇÃO PODE SER FATAL! A conduzir, não uses o telemóvel.

Publicado por GNR – Guarda Nacional Republicana em Segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Ler Mais

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...