Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

47% dos portugueses não imaginam viver sem carro

Ainda que sejam perentórios em enumerar as características de um veículo ideal, a maioria dos inquiridos (57%) do Observador Cetelem Automóvel 2020, imagina a possibilidade de nunca mais possuir um carro na vida, mas só se forem reunidas condições.

Numa análise detalhada aos países inquiridos, é possível observar que 6 em cada 10 concorda com esta afirmação. No caso da China, 8 em cada 10 inquiridos expressam-no alto e de forma clara (79%). Já os franceses são os menos numerosos a considerar um futuro sem automóvel (43%).

Os inquiridos entre os 18 e os 34 anos de idades são os mais propensos a considerar uma vida sem ter um carro. Já a maioria dos habitantes das áreas urbanas concordam com a afirmação.

Ainda assim, 86% dos inquiridos neste estudo pensam que em 10 anos iremos continuar a comprar carro. Destaca-se um conjunto de cinco países para o afirmar num tom mais elevado e mais forte: África do Sul, Polónia, Estados Unidos, Brasil e Reino Unido. Um conjunto de três países é menos assertivo: Japão, China e Países Baixos.

Sobre a possibilidade de utilização gratuita, os inquiridos são bastante mais céticos: 41% do total de países inquiridos acredita que não vai ser possível (menos oito pontos percentuais na média europeia).

Portugueses não imaginam viver sem carro

No caso nacional, a maioria dos inquiridos portugueses também se imagina a viver sem carro (53%), mas para 35% só sob certas condições. 19% diz “sim, absolutamente”, imaginando um dia em que não será proprietário de um carro.

Fãs incondicionais do automóvel, 92% dos portugueses acreditam, no entanto, que na próxima década iremos continuar a comprá-los. 24% dos portugueses acredita também que vai ser possível utilizar um carro sem qualquer custo associado, enquanto 76% não vislumbra esta possibilidade.

Ler Mais
OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...

Multipublicações

Human Resources
Estas profissões vão desaparecer já a partir deste ano. Saiba se a sua é uma delas
Marketeer
CTT querem ser líderes ibéricos em Expresso & Encomendas