Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

PSP identifica 150 carros da homenagem não autorizada às vítimas da 2.ª Circular

Já foram identificados os veículos que participaram na homenagem não autorizada às vítimas do trágico acidente na Segunda Circular, revelou a subcomissário Ana Carvalho da Polícia de Segurança Pública (PSP).

Em declarações ao Observador, as autoridades confirmam a presença de 150 viaturas — havia mais carros estacionados em estações de serviço próximas do local — e cerca de 500 pessoas na paralisação deste fim de semana.

A identidade dos participantes nessa paralisação ainda não é conhecida, ressalva a subcomissária Ana Carvalho. A identificação das viaturas acontece através das matrículas, o que permite saber com facilidade quem são os proprietários dos veículos, mas não quem os conduzia naquele momento. Essa é uma tarefa mais complexa, prossegue a PSP, que vai exigir uma maior investigação.

Segundo a subcomissária, muitos dos carros que participaram na homenagem não autorizada a Nuno Martins, Tino de Sousa e Júnior Costa — os três homens que perderam a vida após circularem a alta velocidade na Segunda Circular — não tinham registo, nem a inspeção em dia e as matrículas que apresentavam já estavam canceladas.

Além disso, os registos das autoridades permitiram apurar que alguns dos veículos identificados na paralisação já tinham estado envolvidos em situações em que o condutor não tinha carta ou estava a conduzir sob o efeito de álcool, por exemplo.

Todos os proprietários vão ser notificados e irão receber contra-ordenações devido aos casos não conformes com a lei (carros sem registo e/ou sem inspeção em dia, e com matrículas canceladas). Quando a investigação terminar, os participantes identificados também serão multados pelo envolvimento na homenagem não autorizada – e possivelmente pelo lançamento de balões com luzes LED no interior, que podem ter atrapalhado a circulação aérea na região próxima ao aeroporto.

Recorde-se que os jovens que morreram neste acidente grave filmara-se a circular a 300 km/h numa estrada onde a velocidade máxima permitida é de 80 km/h, já depois de terem participado numa corrida ilegal.

Ler Mais

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...