Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Manutenção do carro custa entre 150 e 420 euros

A Smart tem as oficinas que conseguem mais clientes satisfeitos e a Toyota é a que cobra menos pelas revisões, segundo a experiência de mais de 4.700 condutores.

Em abril de 2019, a DECO PROTESTE enviou um questionário a uma amostra aleatória dos seus associados sobre manutenções regulares, satisfação com o serviço prestado e respetivos custos. As mais de 4.700 respostas que recebeu permitiu dados sobre 22 oficinas de marca e cinco independentes.

Pouco mais de metade dos inquiridos (55%) levaram o carro à oficina da marca para a manutenção regular. Dos restantes, 26% optaram por uma oficina de bairro e 14% por uma independente. Os detalhes da fatura e o cumprimento do orçamento são os critérios que mais agradam a quem recorre à marca.

Nas oficinas de bairro, destacam-se o respeito pelo que foi orçamentado e a informação prestada sobre o trabalho efetuado. Nas independentes, cumprir os valores orçamentados é o ponto que deixa os clientes mais satisfeitos. Já a limpeza da viatura após o serviço é o que menos agrada a quem não recorre à marca.

Oficinas Smart agradam aos clientes

As respostas obtidas permitiram não só reunir a satisfação com várias oficinas de marca e independentes, mas também descobrir o nível de satisfação dos clientes com diferentes aspetos.

No caso da Smart, os detalhes dados na fatura são o ponto mais apreciado, embora também o sejam nas restantes oficinas analisadas. Já o tempo de espera na entrega e na recolha do automóvel foi o critério com um nível de satisfação ligeiramente mais baixo. Este, em conjunto com a limpeza da viatura por fora e por dentro, foi o que registou apreciações mais reduzidas nalgumas oficinas.

A satisfação com as oficinas independentes é um pouco inferior. Contudo, a Bosch Car Service destaca-se pela positiva, ao conseguir mais clientes satisfeitos do que várias oficinas de marca. O cumprimento dos custos anunciados, seguido pelos detalhes da fatura e pela informação dada sobre o serviço, são os pontos mais apreciados.

A limpeza da viatura é o que menos agrada. Mas a pior apreciação neste critério verificou-se entre os clientes da Roady, seguidos pelos da Norauto e, em menor medida, pelos da Midas e da Feu Vert. Na Roady, também desagradou o tempo de espera para deixar e recolher o automóvel.

Entre 150 e 420 euros pela manutenção do carro

Para conhecer o custo das revisões periódicas, a DECO PROTESTE perguntou aos condutores quanto pagaram nos 12 meses anteriores ao preenchimento do questionário, considerando apenas as respostas de quem indicou conhecer esta despesa. Com base nos valores obtidos, calculou o custo anual de referência – este é de 250 euros nas oficinas de marca e de 180 euros nas independentes.

Embora as independentes tenham custos inferiores, há marcas que também cobram menos. Ao ter em conta a fiabilidade das marcas, bem como a satisfação com as oficinas e o custo das revisões, a Toyota destaca-se em todos os critérios: é a terceira marca a registar menos avarias, a quinta cujas oficinas mais agradam e a que revela um custo de referência para a manutenção mais baixo.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...