Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Honda revela nova tecnologia e:PROGRESS

A Honda anunciou mais detalhes sobre o seu primeiro serviço comercial de Gestão de Energia – sob a nova marca “e:PROGRESS” – que chegará ao mercado já em 2020.

O serviço e:PROGRESS vai disponibilizar um carregador, uma tarifa e um sistema de gestão, para gerir de forma otimizada e inteligente os carregamentos das baterias dos utilizadores de veículos elétricos.

Esta tarifa inteligente será o primeiro contrato de energia flexível especificamente adaptado aos proprietários de Veículos Elétricos (EV) disponível na Europa, otimizando o uso de eletricidade produzida a partir de fontes renováveis, incluindo a energia solar, os parques eólicos e a energia hidroelétrica. Este serviço vai permitir ainda que o utilizador carregue o seu veículo no momento mais económico, tendo em conta a procura de energia na rede.

O novo serviço vai estar disponível em colaboração com a Moixa, uma empresa especialista em carregamento e agregação inteligentes, e ainda o principal fornecedor europeu de energia – a Vattenfall. Através do sistema de “carregamento inteligente” GridShare da Moixa, basta que o cliente especifique os seus parâmetros preferidos para o estado mínimo de carga, através de uma aplicação instalada no seu smartphone e o sistema gere o carregamento. A eletricidade é fornecida pela Vattenfall, com uma tarifa flexível com base no “horário de utilização”; esta tarifa flexível oferece o custo de energia mais baixo a determinadas horas do dia, menor do que as de uma tarifa fixa.

Esta combinação oferecida pela Moixa e pela Vattenfall permite que os proprietários de veículos elétricos carreguem o seu veículo de acordo com uma programação que oferece o melhor uso da energia mais acessível e limpa disponível em determinado momento. A solução de hardware (carregador inteligente) para este novo serviço é o Power Charger da Honda, uma unidade doméstica com capacidade para carregar um veículo Honda e de 0 a 100% da capacidade da sua bateria, a partir de uma fonte de alimentação de 32 amperes em pouco mais de quatro horas, um tempo significativamente mais rápido do que se for usada uma tomada doméstica normal.

Para além de oferecer um conjunto exclusivo de benefícios aos clientes, o serviço e:PROGRESS vai também ajudar a rede, dando apoio a uma gestão ativa do abastecimento, estabilizando a procura de forma eficaz graças à utilização de fontes renováveis e apoiando também a Honda a conseguir alcançar a sua meta de redução de CO2, em conformidade com a visão da empresa para 2030.

Nas palavras de Jørgen Pluym, Líder do Projeto de Gestão de Energia da Honda Motor Europe: “A introdução do serviço e:PROGRESS representa um marco fundamental para a Honda no desenvolvimento das nossas atividades de Gestão de Energia aqui na Europa, reunindo todo o nosso trabalho até ao momento para oferecer uma proposta de valor aos proprietários de um veículo elétrico. Este é o nosso primeiro passo em direção a um modelo de serviços no âmbito da gestão energética, pelo que estamos empenhados em continuar o investimento e o desenvolvimento nesta área como parte da mudança generalizada, no sentido da eletrificação e da adoção de veículos elétricos”.

O lançamento do serviço e:PROGRESS vem no seguimento do lançamento do primeiro projeto de vehicle-to-grid, com a instalação de carregadores bidirecionais na de zona Islington, Londres. Este projeto é o primeiro passo no sentido de ajudar os municípios a eletrificarem toda a sua frota de veículos, de acordo com o seu compromisso de alcançar emissões zero até 2030. Este projeto, em parceria com a Moixa e através do seu software inteligente GridShare, otimiza o carregamento da bateria do veículo elétrico quando a energia da rede for mais económica e limpa. O projeto permite ainda a agregação de grupos de veículos elétricos ligados para reenviar energia à rede quando esta for mais cara e a sua produção originar mais carbono.

O carregador Power Charger da Honda chegará ao mercado no próximo verão, estando o serviço e:PROGRESS em plena operação no decorrer do ano de 2020. Inicialmente, este novo serviço vai estar apenas disponível no Reino Unido, seguindo-se-lhe a Alemanha e outros países europeus.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...