Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Lucro do grupo BMW cai 28,9% para os 5.022 milhões de euros em 2019

O grupo BMW anunciou esta quarta-feira que o lucro caiu 28,9% em 2019, para 5.022 milhões de euros, face a 2018, devido às objeções feitas pela Comissão Europeia (CE) sobre os acordos realizados entre os fabricantes alemães.

A faturação do fabricante germânico aumentou no exercício passado para 104.210 milhões de euros, superior em 7,6% na comparação com o ano precedente, enquanto o resultado operacional caiu 17%, para 7.411 milhões de euros, refere o construtor automóvel em comunicado. O volume de negócios do grupo BMW superou os 100.000 milhões de euros pela primeira vez, tendo duplicado o valor de 2009.

No primeiro trimestre, a BMW teve que contabilizar uma provisão de 1.400 milhões de euros devido à investigação da Comissão Europeia (CE) relativamente a possíveis acordos entre os fabricantes alemães (BMW, Daimler e Volkswagen) para bloquearem o desenvolvimento de tecnologia de emissões limpas.

O grupo BMW referiu ainda que a faturação no quarto trimestre do ano passado atingiu um recorde, com o aumento das vendas de veículos do segmento de luxo. . No fabrico de veículos, o destaque vai para a Rolls-Royce, que cresceu 21,6%, enquanto a MINI caiu 4,6%.

A administração espera na assembleia-geral de acionistas, que se realiza a 14 de maio, distribuir um dividendo de 2,50 euros por cada ação ordinária e 2,52 euros por cada ação preferencial, num valor total de 1.650 milhões de euros.

O CEO do Grupo BMW, Oliver Zipse, reconheceu o problema que a economia global está a enfrentar com a crise do Covid-19, mas apelou a que toda a indústria automóvel e, em particular, o Grupo BMW, pense no futuro: “No nosso modelo de negócio, a tecnologia será uma constante, com avanços e desenvolvimentos permanentes, apostando na inovação e nos programas tecnológicos. […] O futuro próximo serão anos de aumento da eletrificação na indústria automóvel”.

O presidente do Grupo BMW referiu também que mais de 100 mil trabalhadores foram treinados para lidar com os desafios da mobilidade elétrica, destacando a unidade de alta tecnologia que a BMW instalou em Portugal, Lisboa, onde trabalham mais de 600 colaboradores altamente qualificados.

Ler Mais

OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...