Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Atenção: GNR realiza nova operação de fiscalização este fim de semana

A GNR vai realizar a partir desta sexta-feira, dia 17, e até à próxima segunda-feira, dia 20 de abril, uma nova operação de intensificação do patrulhamento, fiscalização e sensibilização por todo o Território Nacional, para garantir que os portugueses cumprem com as regras exigidas pela renovação do Estado de Emergência.

No decorrer da operação de fiscalização, que envolve várias valências da Guarda Nacional Republicana (GNR) , será verificado se a população portuguesa cumpre com o confinamento obrigatório, saindo apenas para os serviços essenciais (trabalho, compras, motivos de saúde urgentes), sendo ainda prestado o apoio aos mais vulneráveis e desfavorecidos.

Neste sentido, será implementado o programa ’65 Longe+Perto’, que visa comunicar com a população mais idosa, em particular com aqueles que vive sozinhos ou isolados, para que possam tomar conhecimento sobre as regras específicas decretadas para o Estado de Emergência, sinalizando situações, que por força do maior isolamento social, necessitem de apoio psicológico, disponibilizado pelos psicólogos do Centro Clínico da GNR.

Para além da sensibilização para a limitação da circulação na via pública, a GNR vai também garantir que a população cumpre com as restantes regras previstas na lei, zelando para que não sejam feitas deslocações desnecessárias, que podem potenciar a propagação da pandemia da Covid-19.

A GNR recorda ainda que é de extrema relevância que todos mantenham o distanciamento social; zelem pelo cumprimento das regras de etiqueta respiratória; lavem bem, frequentemente e demoradamente as mãos com água e sabão (ou solução de base alcoólica); evitem sair de casa, excepto por situações excepcionais.

De recordar que a GNR e a PSP têm feito múltiplas operações deste género ao longo do estado de Emergência em que Portugal se encontra devido à pandemia da Covid-19.

Durante o período da Páscoa, em que os cidadãos estavam proibidos de sair para fora do seu conselho de residência, foram realizadas quase 17 mil operações de fiscalização, que resultaram na detenção de 87 pessoas que não cumpriram com as regras impostas – 15 dos detidos, violaram o confinamento obrigatório, ou seja, estavam infectados com Covid-19 a circular na via pública.

“A operação correu bem muito por conta daquilo que foi, mais uma vez, o comportamento de cidadania da sociedade neste período”, disse na altura aos jornalistas o diretor de operações da Guarda Nacional Republicana (GNR), Vítor Rodrigues, dando conta que estiveram envolvidos cerca de 35 mil elementos das duas forças de segurança.

O responsável avançou que a GNR realizou 9.565 acções de fiscalização e de sensibilização, das quais resultou o encerramento de 118 estabelecimentos e 21 detenções, uma das quais por violação da obrigação de confinamento.

Por sua vez, a Polícia de Segurança Pública, que actua nas grandes cidades e nas capitais de distrito, realizou 7.400 operações e deteve 66 pessoas durante o período da operação Páscoa em casa.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...