Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

powered by:

Tem um estilo de condução ECO?

Quem ainda não tem um carro elétrico também pode contribuir para o meio ambiente ao adotar comportamentos mais eficientes ao volante. Verifique estes seis pontos e confirme se a sua condução é ou não ambientalmente responsável.

1. Verifique a pressão dos pneus

Uma regra de ouro para uma condução mais ecológica é verificar a pressão dos pneus. Se não for suficiente, o motor terá de fazer um esforço suplementar consumindo, assim, mais combustível. E, como é claro, um maior consumo de combustível significa mais emissões de dióxido de carbono. Ao verificar a pressão dos pneus regularmente, estará a zelar pela sua segurança, a poupar combustível e a aumentar o tempo de vida dos pneus. Por isso, vale a pena verificar a pressão dos pneus uma vez por semana. A pressão ótima varia de acordo com o carro e com os pneus, mas normalmente está indicada no lado interior da porta do condutor.

 

2. Conduza com as mudanças mais altas

Se ainda não tiver um carro elétrico, utilize a caixa de velocidades para uma condução mais eficiente do ponto de vista ambiental. Ao utilizar mudanças mais altas – da 4ª à 6ª, quando possível – estará a reduzir as rotações por minuto (rpm) do motor, o que, por sua vez, diminui o consumo de combustível. Alguns carros mais antigos poderão não “gostar” muito desta estratégia, mas os modelos dos últimos anos aguentam bem uma condução em mudanças altas.

Nos carros a gasolina, o ideal é manter as rotações a 2.500 rpm; já nos modelos a diesel, 2.000 rpm é o valor mais adequado.

 

3. Mantenha estáveis a distância de segurança e a velocidade

Se é um daqueles condutores que gosta de conduzir “colado” ao veículo da frente, saiba que está a fazer um péssimo trabalho em termos de segurança e ambientais. Além de se arriscar a ter um acidente, não respeitar a distância de segurança poderá fazer com que tenha de travar e acelerar mais vezes do que as necessárias.

O ideal é manter uma distância segura, que irá favorecer a manutenção das pastilhas e dos discos dos travões, bem como aumentar o tempo de vida dos pneus. Por outro lado, uma velocidade constante otimiza o consumo de combustível.

 

4. Reduza a bagagem

Costuma levar consigo a casa às costas quando vai de férias? Péssima ideia. A carga influencia diretamente o desempenho do motor; quanto mais pesada, mais esforço. E quanto mais o motor tiver que trabalhar, mais combustível irá gastar. Resultado? Mais despesa na área de serviço e mais emissões de dióxido de carbono.

 

5. Vá devagar

Muitas das estratégias para uma condução mais ecológica coincidem com uma condução mais segura. Quanto maior for a velocidade, mais combustível irá gastar, com efeitos diretos na sua pegada ambiental. Vários estudos comprovam que respeitar os limites de velocidade pode ter como resultado uma poupança de 25% do combustível.

 

6. Atenção ao ar condicionado

Antes de ligar o ar condicionado, pense se está assim tanto frio ou calor para justificar usar esse recurso. A utilização do ar condicionado pode consumir até mais 10% de combustível. Assim, ao circular na cidade, pondere abrir ou fechar as janelas em vez de recorrer ao ar condicionado. Em viagens mais longas, se sentir necessidade de ligar o ar, faça-o sempre com as janelas fechadas.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...