Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Volkswagen pede desculpas por anúncio racista

A Volkswagen pediu desculpas após ser acusada de racismo por causa de um anúncio publicado no Instagram – a marca apagou a publicação e diz que vai investigar a sua criação.

O anúncio, indica o Jornal de Notícias, mostrava umas grandes mãos brancas a empurrar e afastar um homem negro de um novo Golf amarelo estacionado numa rua.

Depois do “Dieselgate” – caso de manipulação por parte da VW das medições de emissões poluentes dos seus veículos a gasóleo -, a fabricante de automóveis alemã reitera que não tolera qualquer forma de racismo, e que vai investigar a origem do anúncio que espelha uma mensagem de “poder branco”, apurou a agência Reuters.

Juergen Stackmann, membro do conselho de vendas e marketing da marca, e Elke Heitmueller, chefe de gestão de diversidade, pediram desculpas pelo sucedido nas redes sociais.

“Entendemos a indignação pública com isto. Porque também estamos horrorizados. Este vídeo é um insulto a todas as conquistas do movimento pelos direitos civis. É um insulto a todas as pessoas decentes”, escreveram.

“Estamos cientes das origens históricas e da culpa de nossa empresa durante o regime nazi. É exatamente por isso que nos opomos a todas as formas de ódio, difamação e discriminação”.

Fundada sob ordens de Adolf Hitler para construir o “carro do povo”, a Volkswagen empregava trabalhadores forçados para o de guerra nazi.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...