Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

#Ensaio – Mercedes-Benz A180d Limousine: Disfarçado de executivo

A versão Limousine do Mercedes-Benz Classe A conta com um visual mais tradicional e digno de um executivo, mas com uma atitude jovem e dinâmica, tal como o Classe A que já conhecemos.

A variedade de carroçarias disponíveis com a mesma plataforma do Mercedes-Benz Classe A continua a aumentar de dia para dia e este ano que ainda começou vai assistir a algumas novidades importantes. No entanto, se nos focarmos apenas nas que já se encontram em solo nacional, vamos descobrir uma elegante e distinta de três volumes, perfeita para um executivo jovem e dinâmico, que não queira apostar em segmentos mais dispendiosos.

A versão Limousine do Classe A conta com motorizações a gasolina e diesel, sendo que depois do ensaio à versão A200 que já lhe apresentámos por aqui, é agora a altura de enfrentar mais uma senda de opiniões face ao motor da discórdia. Sim, trata-se do motor de origem Renault que a Mercedes-Benz tem instalado em diversos dos modelos com as devidas diferenças já anunciadas. Tem 1,5 litros de capacidade e uma potência máxima de 116 cavalos, o que é perfeito para os menos de 1.500 quilos desta versão.

Este tem sido (e vai continuar a ser, garantidamente) um daqueles temas que já gerou milhões de comentários e que vai ser sempre posto em cima da mesa, mesmo que fale do carro usado na fórmula 1. E mais uma vez, voltamos a dizer, que a aposta da Mercedes-Benz foi mais do que acertada, pois trouxe um dos melhores motores diesel de baixa cilindrada para os seus modelos, em vez de perder tempo e dinheiro a desenvolver um de raiz. E é um daqueles que mantém uma boa relação entre prestações e consumos, o que só pode ser positivo para quem o utiliza. Adiante.

A chegada da versão de três volumes ao mercado faz com que o Classe A possa ter uma opção de visual mais distinto. A secção dianteira não apresenta quaisquer diferenças, mas na parte de trás nem as óticas são iguais. O terceiro volume está perfeitamente encaixado na carroçaria e esconde uma bagageira com 410 litros de capacidade, o que não é nada mau tendo em conta as suas dimensões.

A bordo, nada de novo. Este Classe A é idêntico ao outro, seja na estética, no desenho e até nos equipamentos disponíveis, que podem modificar o visual para muito melhor quando optamos por alguns dos extras disponíveis. Sim, estamos a falar dos monitores de maiores dimensões destinados à instrumentação e à navegação. Além destes, a unidade ensaiada contava ainda com uns assentos de visual mais desportivo, o que melhora a já muito boa posição de condução, mas também com as soluções de conectividade mais modernas e com os revestimentos (em pele) mais refinados.

Lá atrás, o espaço disponível não surpreende, mas o acesso a estes lugares continua a beneficiar de um formato correto da carroçaria na zona do tejadilho, que costuma ser uma das maiores críticas para quem tem um pouco mais de altura. Para que a imagem seja mais sofisticada e cativante, nesta unidade nem falta a iluminação ambiente a bordo, nem a linha AMG no exterior, acompanhada das jantes de liga leve com 18 polegadas de diâmetro.

Em estrada, o motor é um pouco mais ruidoso do que o desejado, especialmente quando ainda não percorreu uns quilómetros, mas ao fim de uns minutos de autoestrada, já mal damos por isso e ficamos focados apenas nas médias de consumo que o computador de bordo nos vai mostrando, a maioria das vezes abaixo dos 4,5 litros. A caixa automática de sete relações é de presença quase obrigatória para quem já não gosta de estar parado no trânsito a dar uso à embraiagem e tem a vantagem de desimpedir a consola central para o conjunto de comandos mais sofisticados para o sistema MBUX.

De volta ao equipamento, é necessário referir o bom desempenho do sistema de iluminação totalmente em LED, dos modos de condução com uma posição mais desportiva e outra mais ecológica, além da convencional com que se inicia sempre este Classe A, mas também das mais variadas possibilidade de ligação de dispositivos externos ao sistema do carro, seja através de Bluetooth ou das ligações USB-C disponíveis a bordo, com as quais podemos ter acesso ao sistema Android Auto ou Apple CarPlay.

A versão de três volumes destaca-se mesmo pela diferença e, por enquanto, pela sua originalidade face ao mais convencional Mercedes-Benz Classe A. No entanto, é necessário referir que, se desejar mesmo ter um automóvel desta gama que se destaca pelas diferenças no visual, o novo Mercedes-Benz CLA Coupé e Shooting Brake estão a cerca de sete mil euros de diferença no primeiro caso e perto de dez mil se a carrinha o tiver apaixonado desde o primeiro momento. É uma diferença considerável, mas que inclui, além do visual, um habitáculo um pouco mais amplo e uma geometria de suspensão mais elaborada, entre outros argumentos. A plataforma e os motores, no entanto, são precisamente os mesmos.

VEREDICTO
Com o crescente número de vendas do Mercedes-Benz Classe A, a carroçaria de três volumes começa a ser uma alternativa para quem deseja um visual diferenciado, mas também um pouco mais elegante e conservador. Os devoradores de quilómetros ainda vão continuar a desejar a presença desta motorização diesel, graças a médias de consumo muito comedidas.

FICHA TÉCNICA
Mercedes-Benz A180d Limousine Auto

MOTOR: 4 cilindros em linha; injeção direta com turbo; Cilindrada (cm3): 1.461; Potência máxima (cv/rpm): 116/4.000; Binário máximo (Nm/rpm): 260/1.750-2.750; TRANSMISSÃO: Tração dianteira; Caixa automática de sete velocidades; Suspensão (fr./tr.): Independente, tipo McPherson; Eixo de torção; DIMENSÕES: Comprimento/Largura/Altura (mm): 4.549/1.446/1.796; Distância entre eixos (mm): 2.729; Largura de vias (fr./tr.) (mm): 1.567/1.547; Travões (fr./tr.) Discos ventilados/Discos; Peso (kg): 1.455; Capacidade da bagageira (l): 410; Depósito de combustível (l): 43; Pneus (fr./tr.): 225/40 R18; PRESTAÇÕES: Aceleração de 0-100 km/h (s) 10,6; velocidade máxima (km/h) 206; CONSUMOS: urbano/extraurbano/combinado (l/100 km): 4,2/3,6/3,8; Emissões de CO2 (g/km) 100;

PREÇO (versão base): 32.998 euros
PREÇO (unidade ensaiada): 43.391 euros

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...