Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

ECO Mobilidade: Hyundai celebra 30 anos de inovações

De híbridos a Fuel Cell, a Hyundai tem estado na vanguarda no desenvolvimento de veículos ecológicos há três décadas – o fornecimento de uma mobilidade pura e a promoção de um futuro sustentável são os elementos chave para a marca sul coreana que apresentou o seu primeiro veículo 100% elétrico em 1991.

Década de 1990 Os primeiros veículos elétricos da Hyundai

A Hyundai deu os seus primeiros passos no desenvolvimento de veículos elétricos no início dos anos 90. A empresa apresentou o seu primeiro 100% elétrico, Sonata Electric Vehicle, em 1991. Um concept baseado no Hyundai Sonata Sedan, que apresentava uma bateria de chumbo-ácido e oferecia uma autonomia de 70 quilómetros, assim como uma velocidade máxima de 60 km/h.

Nos anos seguintes, a Hyundai revelou mais concepts EV com bateria de chumbo-ácido. Em 1992, um EV baseado no Excel, apresentava uma autonomia de 100 quilómetros e uma velocidade máxima de 100 km/h. Em 1993, a Hyundai desenvolveu um segundo EV baseado no Sonata, com uma autonomia de 140 quilómetros e uma velocidade máxima de 120 km/h. Posteriormente, em 1994, foi revelado um EV baseado no S coupe com um alcance de 140 quilómetros e uma velocidade máxima de 120 km/h.

A Hyundai deu um passo ainda maior no progresso dos seus veículos elétricos com a abertura do seu Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Namyang, na Coreia do Sul, em 1995. Isto conduziu ao desenvolvimento de veículos elétricos com baterias de níquel metal hídrico, como o concept Accent EV. Este modelo ofereceu uma autonomia aprimorada de 390 quilómetros e uma velocidade máxima de 140 km/h.

Durante este período, a Hyundai também realizou as suas primeiras experiências com sistemas de propulsão híbrida. O primeiro veículo híbrido-elétrico da marca, o concept FGV-1, foi apresentado no Salão Automóvel em Seul, em 1995.

Década de 2000Avanços na tecnologia Fuel Cell

Na entrada do novo milénio, as preocupações ambientais começaram a ser uma tendência. A Hyundai começou a desenvolver veículos fuel cell em 1998, introduzindo o seu primeiro concept, o Santa Fe Fuel Cell, em 2000. O primeiro FCEV com um tanque de hidrogénio de 350-bar, era equipado com uma pilha de combustível de 75 kW e oferecia uma autonomia de 230 quilómetros.

Embora estas estatísticas fossem impressionantes na altura, em combinação com a falta de infraestruturas para veículos movidos a hidrogénio, os veículos fuel cell não eram viáveis na altura para serem produzidos em massa.

No Salão Automóvel de Genebra, em 2004, a Hyundai anunciou a segunda geração concept fuel cell, o Tucson FCEV, equipado com uma nova bateria de polímero de lítio. Este incorporou uma serie de avanços técnicos, incluindo uma pilha de combustível de 80 kW e uma autonomia de 300 quilómetros. Isto foi apenas possível devido ao seu tanque de armazenamento de hidrogénio de 152 litros.

Adicionalmente, o Tucson FCEV era capaz de trabalhar em climas frios, significa que mesmo estando exposto a temperaturas de -20ºC este
conseguia trabalhar durante cinco dias.

No final da década de 2000, os fabricantes automóveis começaram a produzir em massa veículos híbridos. A Hyundai manteve a sua liderança relativamente à inovação em sistemas alternativos ao apresentar o modelo Avante LPI Hybrid em 2009. Foi o primeiro veículo do mundo a ser movido por um motor interno de combustão, construído para funcionar com gás de petróleo liquefeito como combustível.

O LPI Hybrid foi o primeiro veículo de produção a adotar baterias de polímero de lítio, baterias que a Hyundai desenvolveu em conjunto com os seus parceiros locais. Estas têm a vantagem de serem mais leves e de possuírem uma potência mais elevada.

Década de 2010Mobilidade futura

Após duas décadas de extensa pesquisa e de concepts inovadores, a Hyundai alterou o seu foco para tornar os modelos elétricos numa realidade durante a década de 2010.

Em setembro de 2010, a Hyundai lançou em Seoul o BlueOn, o seu primeiro veículo elétrico em produção. Baseado no Hyundai i10, apresentava uma autonomia de 140 quilómetros e uma velocidade máxima de 130 km/h. O primeiro EV de alta velocidade da Hyundai estava equipado com uma bateria de polímero de lítio de 16,4 kWh e um tempo de carregamento de seis horas. A venda era apenas disponível na Coreia do Sul e utilizadas para servir as agências governamentais.

Em 2011, foram iniciadas as vendas do Hyundai Sonata Hybrid, tendo sido previamente anunciado no Salão de Los Angeles em 2008. Para além de ser o primeiro veículo híbrido convencional a utilizar baterias de polímero de iões de lítio, o Sonata Hybrid estava equipado com a tecnologia Blue Drive da Hyundai que melhorou o consumo de combustível e reduziu as emissões. Foi também o primeiro híbrido a operar com Transmission Mounted Electric Device (TMED). O TMED foi desenvolvido de forma independente pela Hyundai.

A Hyundai celebrou um marco importante na ECO Mobilidade, em 2013, quando o ix35 Fuel Cell se tornou no primeiro veículo movido a hidrogénio no mundo a ser produzido em massa. O ix35 tinha uma potência de 100 kW, com tanque capaz de armazenar 5,64 kg de hidrogénio, assim como uma bateria de polímero de lítio de 24 kWh. Com o seu reabastecimento rápido e autonomia de 600 quilómetros, combinada com a ausência de emissões de CO2, providenciava benefícios quer para os clientes quer para a sociedade.

Em 2016, a Hyundai introduziu o IONIQ, o primeiro modelo do mundo a oferecer três motorizações ecológicas na mesma carroçaria: Hybrid, Plug-in Hybrid e Electric. O IONIQ utiliza a tecnologia Blue Drive para reduzir as emissões e melhorar a performance. A versão elétrica possui uma bateria de polímero de iões de lítio de 28kWh e uma autonomia de 200 quilómetros.

Cada versão do IONIQ é construída com materiais leves, incluindo alumínio e aço de resistência elevada, consumindo, desta forma, menos energia enquanto é conduzido. Além disso, protege o meio ambiente ao incluir materiais reciclados e orgânicos e na redução da dependência de produtos à base de óleo.

A Hyundai lançou em 2018 o NEXO, a segunda geração de veículos Fuel Cell o porta-estandarte a nível tecnológico. Apresentando a melhor autonomia do segmento, 666 quilómetros, o NEXO combina mobilidade pura com as mais recentes capacidades de condução autónoma e sistemas avançados de assistência à condução.

No final de 2018, a Hyundai anunciou o primeiro SUV elétrico sub-compacto do mundo, o KAUAI Electric. A procura dos clientes pelo KAUAI Electric superou todas as expetativas após o seu lançamento na Europa. Disponível com duas baterias, 39,2 kWh e 64 kWh, o SUV 100% elétrico oferece uma autonomia até 484 quilómetros com uma única carga.

2020Ano de eletrificação da Hyundai

Após 30 anos de inovações no desenvolvimento de veículos ecológicos, a Hyundai oferece agora a gama mais se diversificada de veículos elétricos do mercado. Com o NEXO, a Hyundai já encontra na segunda geração de veículos elétricos fuel cell. O Hyundai IONIQ também já se encontra na segunda geração, o que demonstra que a Hyundai está a otimizar os seus modelos de motorizações alternativas, enquanto os outros fabricantes ainda os estão a desenvolver.

Com uma nova década em curso, a Hyundai continua a olhar para o futuro, com o objetivo de fortalecer ainda mais a sua posição de liderança na ECO Mobilidade. 2020 é o “Ano de Eletrificação” da marca, o que significa que a Hyundai pretende disponibilizar mais de três quartos da sua gama na Europa com uma versão eletrificada até ao final do ano, assim como tornar-se num dos maiores fornecedores de veículos com 0% de emissões na Europa. Esta eletrificação não irá passar apenas pelos veículos passageiros, a marca sul coreana levará a mobilidade ecológica aos veículos de competição e camiões. Até 2025, a Hyundai pretende ser um dos três principais fornecedores de veículos elétricos na Europa.

Blue – um inovador projeto na área da eco mobilidade promovido pela Hyundai Portugal Seguindo a estratégia internacional da Hyundai, a Hyundai Portugal prepara-se também para apresentar um inovador projeto na área da eco mobilidade, que irá atuar em diferentes áreas. Este projeto será revelado em maior detalhe no evento digital de apresentação, que irá acontecer no próximo dia 5 de junho – próxima sexta-feira – às 10h30. O dia em que se assinala o Dia Mundial do Ambiente foi a data escolhida pela Hyundai Portugal para dar a conhecer este novo projeto. Para assistir em direto a este evento, registe-se aqui.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...