Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

PRIO investe 11,5 milhões na mobilidade elétrica

A PRIO vai investir 11,5 milhões de euros em mobilidade elétrica reforçando a sua aposta em energias do futuro para a mobilidade.

Este foco no investimento e investigação de alternativas sustentáveis é parte essencial da identidade da PRIO que quer contribuir para os principais objetivos do ambiente nas agendas governativas europeia e nacional.

O objetivo definidor da PRIO de transformar a indústria em amiga e aliada do ambiente, faz com que a sua operação esteja sempre focada no futuro. O fabrico de biocombustíveis avançados e sustentáveis, GPL e outros produtos, é já reconhecido, assim como o facto da PRIO ter a maior rede de postos carregamento elétrico em espaço privado de Portugal, 40% de veículos elétricos no país terem o cartão PRIO Electric e a sua rede de carregadores elétricos ter a maior taxa de utilização.

O investimento de 11,5 milhões que a PRIO irá fazer até 2025 procura dar um impulso à renovação de meios e materiais disponibilizados e pretende atualizar a tecnologia da rede. A introdução de carregamentos ultra-rápidos para veículos elétricos topo de gama, que diminuirão o tempo de carga em relação aos atuais carregadores, é uma das vertentes mais relevantes deste investimento.

Para além de expandir a rede de carregadores para 300 postos de abastecimento num prazo de cinco anos, a PRIO prevê, ainda em 2020, instalar em Cascais um posto ultra-fast-charge, que tem uma potência sete vezes maior que os postos rápidos já existentes em todo o país.

Assim, a PRIO tem sentido que pode e deve continuar a fazer mais e melhor. Um motor deste espírito foi o reconhecimento sentido este ano depois de a PRIO ter ganho o concurso para abastecer cerca de 30 veículos 100% elétricos da Presidência do Conselho de Ministros. Prova do trabalho bem-sucedido e da confiança ganha por parte do Governo, foram também os consequentes contactos para que a oferta fosse alargada a outros Ministérios.

Adicionalmente, tendo em conta que a mão-de-obra qualificada será uma ameaça ao desenvolvimento da mobilidade elétrica em Portugal, a PRIO assinou 5 protocolos com politécnicos nacionais para criar um PRIO Lab em cada um deles.

O objetivo da criação do PRIO Lab é apostar no contacto próximo dos estudantes com as tecnologias da mobilidade elétrica, dotando-os das competências necessárias para que possam contribuir para a otimização desses produtos e serviços, fomentando a inovação e unindo forças entre as instituições de ensino e a indústria.

Através dos protocolos celebrados com os institutos politécnicos do Porto, Coimbra, Leiria, Lisboa e Setúbal, os alunos terão a possibilidade de conhecer e trabalhar com carregadores slow e fast charge, baterias, meios de medição, entre outras ferramentas, para uma aprendizagem em toda a linha que lhes permita reunir o conhecimento necessário para manusear todos os aspetos base da mobilidade elétrica quando entrarem no mercado de trabalho. Espera-se que, por ano, seja possível impactar a formação de cerca de 450 alunos.

A PRIO espera que o seu investimento de 11,5 milhões de euros e os contínuos esforços para um futuro de mobilidade elétrica eficaz e confortável, contribuam para os principais objetivos do ambiente nas agendas governativas europeia e nacional, enquanto se aprimora a formação dos estudantes e dos futuros profissionais do país. A junção destas componentes e a vontade de mudança das instituições pode fazer com que Portugal se torne um exemplo a seguir no planeamento e ação em torno da mobilidade elétrica.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...