Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

PSA aposta na eletrificação da sua gama de furgões

Os novos modelos Peugeot e-Expert, Citroën ë-Jumpy e Opel Vivaro-e podem ser encomendados já a partir do verão. As primeiras entregas estão previstas para o 3º trimestre deste ano.

Numa conferência de imprensa digital, Xavier Peugeot, vice-Presidente da unidade de negócio dos Veículos Comerciais Ligeiros (VCL) do Grupo PSA, assegurou que a intenção é a de contar com uma gama de furgões elétricos de transporte de carga e de passageiros até 2021.

“As pessoas estão cada vez mais a mudar para veículos elétricos e este é um mercado que vai crescer bastante até 2025. O Grupo PSA está por isso a avançar fortemente na eletrificação da gama VCL, disponibilizando versões elétricas dos seus furgões compactos aos clientes empresariais e particulares, apostando em alcançar uma posição de liderança. Para além disso, vamos respeitar totalmente as novas regras sobre as emissões da União Europeia evitando penalizações”, afirmou o responsável.

As versões elétricas dos veículos comerciais ligeiros da PSA –  Peugeot e-Expert, Citroën ë-Jumpy e Opel Vivaro-e – e dos veículos de transporte de passageiros até 9 lugares – Peugeot e-Traveller, Citroën e-Spacetourer e Opel Zafira-e Life – vão contar com um motor elétrico com 136 CV de potência e 260 Nm de binário ligado ou a uma bateria de 50 kWh (que permitirá uma autonomia de até 230 km em ciclo WLTP) ou uma bateria de 75 kWh (até 330 km em ciclo WLTP).

“A escolha da autonomia levou em linha de conta um estudo que concluiu que 83% dos trajetos diários feitos pelos utilizadores destes veículos são inferiores, em média, a 200 km. Para além disso 44% dos utilizadores não realizam viagens superiores a 300 km num único dia”, concluiu Xavier Peugeot.

O carregamento poderá ser efetuado em todo o tipo de modos de carga, sendo que com uma wallbox, “a bateria fica carregada por completo numa noite”. Todas as baterias dos modelos vão ter uma garantia de oito anos ou 160 mil quilómetros.

Os modelos comerciais ligeiros elétricos conseguirão manter a capacidade dimensional de carga, mas apenas poderão carregar 1275 kg (menos 115 kg do que as versões com motores térmicos).

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...