Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Covid-19: Europeus trocam os carros pelas bicicletas

As ruas das cidades da Europa têm cada vez mais bicicletas e muito menos carros, à medida que a pandemia impulsiona uma mudança de comportamento nos cidadãos, indica a agência Bloomberg.

Mesmo antes da crise de saúde pública, a procura pelas bicicletas já estava a registar um aumento, motivada por consumidores ambientalmente conscientes, contudo o risco de contágio em autocarros e metros reforçou ainda mais o a mudança.

O surgimento das e-bikes, que aumentam a potência com um motor eléctrico, fez com que o factor esforço deixasse de ser um problema e tornou o ciclismo uma opção viável para mais consumidores após o levantamento dos bloqueios.

Os governos estão a alimentar esta tendência, ao oferecer incentivos de compra que variam entre 100 euros a 1.500 euros para utilizadores ​​de e-bikes.

Cidades como Lisboa e Berlim também estão a privilegiar as ciclovias, com quase 1.500 quilómetros já prometidos, em resultado da crise da saúde pública, de acordo com a Federação Europeia de Ciclistas.

“As pessoas querem uma mobilidade auto-sustentável, que é uma transformação na sociedade”, afirmou Susanne Puello, especialista do sector que ajuda a gerir o comércio de bicicletas electrónicas da Pierer Mobility AG. “A Covid-19 é um impulso fantástico nesta direção”, afirmou citada pela Bloomberg.

Durante os bloqueios impostos pela pandemia, muitos cidadãos na Alemanha optaram pela bicicleta em vez do carro, de acordo com Stephanie Krone, especialista em tráfego da associação alemã de ciclismo ADFC.

“Actualmente, as lojas de bicicletas estão a atravessar uma procura sem precedentes”, mas para que isso continue, os municípios têm de melhorar as infraestruturas, segundo a responsável.

A procura na maior economia da Europa é apoiada em parte por programas de benefícios fiscais para os empregadores alugarem bicicletas aos seus funcionários, como parte dos esforços da Alemanha para combater as alterações climáticas.

A Alemanha é de longe o maior mercado de bicicletas da Europa, com 1,36 milhões de bicicletas elétricas vendidas em 2019, mais do dobro do número registado há três anos. Em comparação, 3,6 milhões de carros foram vendidos no país no ano passado e o mercado caiu 35% no primeiro semestre de 2020.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...