Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Mercedes-Benz aposta em parceria estratégica com Farasis

A Mercedes-Benz dá mais passo no seu trajeto rumo a uma mobilidade neutra em CO2 ao lançar uma parceria de longo prazo com a empresa Chinesa, Farasis Energy (Ganzhou) Co., Ltd., uma fabricante de células de bateria, incluindo a aquisição de uma participação na estrutura acionista.

Com esta parceria estratégica, a Mercedes-Benz aumenta o seu leque de atividades sustentáveis e reforça a atual parceria de negócios com o fornecedor de células de baterias ao adquirir uma participação acionista de cerca de 3%.

Markus Schäfer, Mercedes-Benz e Dr. Yu Wang, CEO Farasis Energy (Ganzhou) Co., Ltd.

Para esta finalidade, a Daimler Greater China irá investir vários milhões de euros no âmbito da oferta pública inicial da Farasis. Esta participação acionista está condicionada à necessária aprovação das autoridades de regulação. Irá conceder à Daimler a opção de nomeação de um representante no conselho de supervisão da fabricante de células de baterias.

Markus Schäfer, Membro do Conselho de Administração da Daimler AG e da Mercedes-Benz AG e responsável pela Daimler Group Research e pela Mercedes-Benz Cars COO, deverá assumir o cargo após um período de 12 meses, estando sujeito a aprovação num processo de votação pelas autoridades regulamentares.

Investimento em tecnologias avançadas de baterias

A inteligência da bateria reside num sistema geral extremamente complexo. Define as características de um veículo elétrico em termos de potência, autonomia e tempo de carregamento. A Mercedes-Benz está a adotar uma abordagem abrangente em toda a cadeia da tecnologia das baterias – desde a pesquisa e o desenvolvimento até à produção em série.

As células são o coração da bateria e, portanto, é fundamental dominar todo o processo químico envolvido. O claro objetivo de desenvolvimento consiste em aumentar significativamente a autonomia das futuras baterias através do desenvolvimento da densidade de energia, em aperfeiçoar a produção das futuras tecnologias de baterias e, por último, mas não menos importante, em reduzir significativamente os tempos de carregamento.

A maior eficiência das futuras baterias irá aumentar adicionalmente a sustentabilidade dos veículos elétricos. Isto começa com a redução da utilização de materiais importantes e com o fabrico neutro em carbono das células, passando pela maior eficiência durante o funcionamento e terminando na reciclagem e num ciclo fechado de utilização de matérias-primas.

Em conjunto com os seus parceiros, a Mercedes-Benz também está a impulsionar a mais rápida industrialização possível de novas tecnologias.

O fabrico local de baterias também é um importante fator de sucesso e um elemento fundamental para a estratégia de eletrificação da empresa para satisfazer de forma flexível e eficiente a procura global por veículos elétricos. No seio da sua rede global de produção, a Mercedes-Benz concentra-se na produção de sistemas de baterias extremamente eficientes e no estabelecimento de uma rede global de produção de baterias.

No futuro, a rede global de produção de baterias será constituída por nove fábricas em sete localidades de três continentes.

Sustentabilidade como parte integral da parceria

A Mercedes-Benz e a Farasis já tinham chegado a acordo para uma parceria de sustentabilidade no verão de 2019. O primeiro resultado foi a produção de células de baterias com eletricidade gerada a partir de fontes de energia renováveis como a energia hidroelétrica, eólica e a energia solar.

Por exemplo, a futura geração dos veículos da marca EQ, incluindo o limousine de luxo EQS, será parcialmente equipada com células de bateria neutras em carbono. O investimento da Daimler Greater China na fabricante de células de baterias está a impulsionar ativamente o desenvolvimento de uma tecnologia fundamental para a mobilidade elétrica e a sua industrialização.

Na China, o fornecedor de células de baterias construiu uma fábrica em Zhenjiang que será neutra em carbono. Atualmente está prevista a construção de uma fábrica em Bitterfeld-Wolfen, na Alemanha oriental, que será neutra em carbono desde o início. Posteriormente será construída uma fábrica adicional nos EUA.

Acelerar a eletrificação

No âmbito da estratégia “Electric first”, a Mercedes-Benz está a implementar a eletrificação de todas as variantes de modelos e tipos de veículos. Em menos de 20 anos, a nova frota de modelos da Mercedes-Benz será neutra em carbono e, até 2030, a empresa tem o objetivo de assegurar que mais de 50% das vendas dos seus veículos ligeiros de passageiros correspondam a modelos híbridos plug-in e modelos totalmente elétricos.

Camiões, veículos comerciais ligeiros e autocarros Mercedes-Benz totalmente elétricos já estão a ser atualmente produzidos em série. Até ao final do corrente ano, a Mercedes-Benz pretende ter cinco modelos ligeiros de passageiros totalmente elétricos e 20 variantes híbridas plug-in no mercado.

O portefólio de modelos híbridos plug-in inclui variantes de modelos desde o Classe A ao Classe S e do GLA ao GLE, com autonomias elétricas de até 100 quilómetros.

A ofensiva de modelos também continua com veículos puramente elétricos a bateria. Os modelos já disponíveis no mercado são os modelos totalmente elétricos Mercedes-Benz EQC, os três modelos smart EQ, e o EQV 300.

Brevemente serão também lançadas as versões puramente elétricas no segmento de modelos compactos, bem como o EQS totalmente elétrico para um luxo sustentável no segmento premium.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...