Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Fórmula 1 está de regresso a Portugal (atualizado)

A Fórmula 1 vai regressar a Portugal este ano, com um Grande Prémio que será disputado em outubro no Autódromo Internacional de Portimão.

O Mundial de Fórmula 1 vai regressar a Portugal entre 23 e 25 de outubro, no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, 24 anos depois da última corrida, em 1996. Está prevista a presença de público nas bancadas, mas a lotação será definida apenas em outubro.

O Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, receberá assim uma das etapas do Mundial 2020, cujo calendário conta até ao momento com apenas três provas disputadas depois de um longo período de paragem devido à pandemia da Covid-19.

No site oficial do Autódromo Internacional do Algarve foi disponibilizado um primeiro pacote de 5.000 bilhetes, com preços que vão dos 85 aos 650 euros.

 

Portugal volta a receber um Grande Prémio de Fórmula 1 24 anos depois da última visita, na altura no circuito do Estoril – no dia 22 de setembro de 1996 Jacques Villeneuve venceu a corrida enquanto Damon Hill ficou em segundo lugar, numa dobradinha da Williams-Renault. Michael Schumacher ficou em terceiro pela Ferrari.

Recorde-se que no dia 22 de junho, em entrevista à Lusa, Paulo Pinheiro, administrador do Autódromo Internacional do Algarve (AIA), garantia que estavam reunidas todas as condições sanitárias para a realização de uma prova de Fórmula 1 em Portimão.

“Estamos a trabalhar afincadamente na garantia da Fórmula 1 (F1) para Portugal. É um processo complexo, complicado e difícil. Neste momento, estamos a tentar dar todos os passos necessários e pensamos que até meados da próxima semana a situação deve estar resolvida”, revelou à Lusa Paulo Pinheiro.

O responsável revela que na 24H Endurance disputada em 12, 13 e 14 de junho, foi possível comprovar que “todos os procedimentos que pretendem demonstrar à F1 são passiveis de ser implementados no Autódromo e correram bem. Toda a gente a respeitar as regras”.

Paulo Pinheiro destacou que o regresso da F1 seria “o maior evento que Portugal já teve desde o Euro2004”, já que é o que tem “mais mediatismo e impacto económico a nível mundial” em toda a sua envolvência e seria “um marco histórico”.

Na mesma entrevista à Lusa, Pedro Pinheiro, administrador do Autódromo Internacional do Algarve, alertou que a logística e organização de uma prova “desta dimensão” envolve custos “que dificilmente podem ser suportados apenas pelo circuito”.

Num evento desta magnitude a segurança “é importante”, destacou, por isso “todos os participantes são testados diariamente” e qualquer caso que ocorra “pode ser isolado rapidamente”. As escuderias trabalham em cada carro “com uma equipa independente”, existindo “um seccionamento muito grande que evita que haja a propagação”.

Em relação ao público, a intenção é ir dos “30 a 60% da capacidade do circuito, respeitando as regras de distanciamento e de acesso às bancadas”, como acontece num restaurante, avançou Paulo Pinheiro, que se mostrou disponível para “adaptar os procedimentos que a Direção-Geral da Saúde entender”, defendendo que “é fundamental que o evento tenha público, dentro do limite que é aceitável”.

Esta temporada arrancou com a série de corridas nos três últimos fins de semana na Áustria (a segunda prova designada GP da Estíria) e na Hungria. O próximo destino será Silverstone com duas provas consecutivas: o GP da Grã-Bretanha (31 de julho a 2 de agosto) e o GP do 70.ª Aniversário (7 a 9 de agosto), seguindo-se o GP de Espanha (14 a 16 de agosto).

Após uma quinzena de intervalo, o Grande Circo regressa na pista de Spa-Francorchamps (Bélgica), antes de atacar mais dois fins de semana seguidos: GP de Itália (4 a 6 de setembro) e da Toscana Ferrari 1000 (11 a 13 de setembro).

Nova pausa de quinze dias e eis o GP da Rússia (25 a 27 de setembro), abrindo depois outubro (9, 10 e 11) com mais um em Itália, desta vez em Imola, sabendo-se que Hockenheim deixou cair o GP da Alemanha, previsto entre 9 e 11, espaço no calendário que será ocupado por corrida a anunciar em breve, surgindo depois o Grande Prémio de Portugal.

(atualizado após anúncio oficial com preços)

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...