Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Repsol prossegue estratégia com parceria para investimento no Chile

A Repsol vai criar uma parceria de 50% com o grupo Ibereólica Renovables, que lhe permitirá desenvolver e construir no Chile cinco projetos renováveis nos próximos cinco anos, anunciou hoje o grupo petrolífero espanhol.

Oacordo será concretizado através de “um aumento de capital de 168 milhões de euros”, a subscrever pela Repsol durante este ano e com pagamentos a serem realizados até 2023, explica o grupo em comunicado, esclarecendo que, assim, deterá 50% da ‘joint venture’ que criará com o grupo Ibereólica Renovables.

Com a assinatura deste acordo, a Repsol avança na expansão na área das energias renováveis, que lhe dá acesso a uma carteira de projetos no Chile que aquela empresa tem em operação, construção ou desenvolvimento, de mais de 1.600 megawatts (MW) até 2025 e a possibilidade de superar, graças a esta aliança, os 2.600 MW em 2030, lê-se no comunicado.

Os fundos utilizados no aumento de capital vão reforçar os recursos próprios da ‘joint venture’ e vão permitir desenvolver e construir, nos próximos cinco anos, cinco projetos renováveis neste país, três eólicos e dois fotovoltaicos, com uma capacidade total instalada de mais de 1.600 MW.

Esta parceria terá um portefólio de ativos diversificado (52% eólico e 48% fotovoltaico) que se distribui em 78 MW de capacidade de geração renovável em operação, 110 MW em construção, 1.500 MW em desenvolvimento avançado que estarão operacionais em 2025 e outros 1.000 MW previstos até 2030, situados principalmente nas regiões de Antofagasta e Atacama.

Este acordo permitirá à companhia espanhola contar com a opção de assumir o controlo da sociedade a partir de 2025, sendo que num “contexto complicado” devido às consequências da expansão da pandemia de covid-19.

A Repsol reforça, assim, a sua aposta na geração renovável e dá “um passo significativo” no seu objetivo de se tornar uma companhia de zero emissões líquidas em 2050, lê-se no comunicado.

No início de dezembro do ano passado, a Repsol anunciou que orientava a sua estratégia para ser uma companhia zero emissões líquidas em 2050, em linha com o Acordo de Paris, sendo que foi a primeira do seu setor a assumir esta meta.

A Repsol aumentou em 3.000 MW o seu objetivo de capacidade de geração de eletricidade baixa em carbono, até aos 7.500 MW em 2025, e com esta aliança estratégica no Chile inicia a sua expansão para outros mercados visando tornar-se um ator internacional relevante em energias renováveis.

O grupo Ibereólica Renovables é um grupo empresarial internacional independente de origem espanhola, com uma significativa plataforma de desenvolvimento de projetos eólicos, solares e hidráulicos.

Atualmente conta com 402 MW em exploração, 415 MW em construção no Chile e 8.400 MW em desenvolvimento no Chile, Espanha, Perú e no Brasil.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...