Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Designer da Louis Vuitton e Mercedes apostam em Classe G de corridas

Uma cooperação inédita entre a Mercedes-Benz e o diretor criativo Virgil Abloh da Louis Vuitton resultou numa versão única do Classe G com inspiração no mundo da competição.

Neste projeto – Project Geländewagen – dirigido por Gorden Wagener, diretor de design da Mercedes-Benz, e por Abloh, foi utilizado o Mercedes-Benz Classe G para explorar futuras formas de perceção de luxo.

O processo de design foi inspirado pela experiência de Wagener e Abloh com os seus modelos Classe G de que são proprietários. Em conjunto, consideraram fazer com que as pessoas observem os designs da Mercedes-Benz com uma nova perspetiva, impulsionando ao mesmo tempo o luxo de uma estética refinada e impecável para algo cru, natural e no seu conjunto mais verdadeiro.

O exterior é mantido tão claro quanto possível, para salientar a icónica silhueta do Classe G, demonstrando o seu carácter monolítico. O design final põe a nu os seus métodos de construção e celebra as imperfeições do fabrico manual que o tornam único. A pintura foi parcialmente lixada à mão para criar uma sensação de simplicidade intemporal.

As soldaduras são evidenciadas como decorações fundamentais de design, pois a perfeição ocupa um lugar de destaque. As luzes de mudança de direção, os espelhos exteriores e o para-choques foram todos removidos e a carroçaria do veículo foi alargada e rebaixada, para criar uma aparência mais desportiva. Esta personalidade do Classe G permanece intacta, contudo, as maiores dimensões dos pneus e do pneu sobressalente exalam o inimitável carisma do modelo.

No interior, impera o minimalismo e a inspiração na competição automóvel é óbvia; evitando todos os clichés de um SUV. Todo o interior foi despido e a estrutura de segurança torna-se uma decoração central. O tablier foi removido e substituído por uma versão minimalista que evidencia um velocímetro analógico e um indicador do nível de combustível reminiscente de um veículo clássico.

Estes elementos contrastam com o volante e os bancos, que se assemelham aos de um monolugar de Formula 1. As características de segurança e os elementos fundamentais de competição automóvel, como a estrutura de segurança ou os cintos de segurança de 5 pontos são destacados na cor azul bebé e tonalidades em vermelho claro. Estas cores fortes criam um novo tipo de grupo de cores e contrastam com o interior despido.

Através do Projeto Todo-o-Terreno, os mundos da moda, da arte e do setor automóvel são unidos por uma paixão comum: o design de luxo que antecipa futuras ambições. Utilizando a mão-de-obra artesanal e as competências que são exclusivas da herança da Mercedes-Benz na qualidade de inventor do automóvel, a criação de Wagener e de Abloh incorpora a inata compreensão da Mercedes-Benz daquilo que é extraordinário, uma visão ousada do futuro do design de luxo e o poder de sonhar.

Na carroçaria, destaque para a adoção de para-choques mais largos e mais altos, com saias laterais e arcos das rodas aumentados. Os espelhos retrovisores e os puxadores das portas foram removidos, sendo os últimos substituídos por fitas em tecido resistente, solução que remete para os mais radicais carros de pista.

O habitáculo foi igualmente transformado num ‘cockpit’ de competição, ‘despido’ de luxos ou equipamentos supérfluos, e equipado com bancos desportivos com cintos de cinco apoios, roll-cage e volante inspirado na Fórmula 1.

O Project Geländewagen será propriedade da Mercedes-Benz, mas o construtor já confirmou que irá leiloar uma réplica em tamanho real para fins de beneficência.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...