Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Audi apresenta novo Q5 Sportback

Depois de revelar no verão o Q5 na sua versão SUV, a Audi aposta agora na variante coupé com o novo Q5 Sportback que deverá começar a chegar aos clientes no primeiro semestre de 2021.

Com 4,69 metros de comprimento, o novo modelo alemão é sete milímetros mais comprido do que o Q5, embora a altura e a largura sejam idênticas. A distância entre eixos é de 2,82 metros, permitindo assim a habitabilidade para cinco passageiros.

Em termos de design, esta versão do Q5 demarca-se pela dianteira de aparência mais larga, reflexo de uma grelha ‘Singleframe’ octagonal específica, ladeada pelos faróis com tecnologia LED e possibilidade de receber sistema mais avançado Matrix LED nas versões de equipamento superiores.

O grande destaque vai contudo para o perfil e traseira do novo Q5 Sportback com uma linha de tejadilho descendente mais suave, juntando-se a óculo traseiro mais inclinado e a para-choques com posicionamento mais alto.

Os farolins traseiros podem receber tecnologia inovadora OLED, com cada unidade a incorporar três díodos emissores de luz orgânicos, cada um um dividido em seis segmentos que podem ser controlados individualmente e configurados de forma diferente.

Assim, os condutores podem escolher entre três assinaturas luminosas traseiras, incluindo um indicador de mudança de direção dinâmico.

Além disso, numa funcionalidade de segurança rara, caso um outro veículo se aproxime a menos de dois metros quando o Q5 Sportback está estacionado, este emite uma série de avisos de proximidade.

No interior, o modelo da Audi conta com uma versão atualizada do sistema MIB 3 projetado num novo ecrã tátil de 10,1 polegadas integrado no tablier. Em opção, pode ser encomendado com um painel de instrumentos digital Virtual Cockpit com 12,3 polegadas.

Há um novo sistema que informa o condutor acerca de lugares de estacionamento à disposição no destino programado na navegação, situações de congestionamento e avisa acerca de mau tempo e piso escorregadio. O assistente por voz pode ser ativado após pronunciar “Hey Audi”. A compatibilidade Wireless Apple Carplay é de série.

Os ocupantes dos lugares posteriores perdem entre 1 e 2 cm de espaço em altura e a capacidade da mala foi reduzida de 550 para 510 litros (extensível a 1480 litros com os bancos traseiros rebatidos – menos 40 litros do face ao Q5 convencional). Em opção a Audi dispõe de uma segunda fila de bancos que desliza longitudinalmente e ganhar 60 litros.

Entre os opcionais destaque ainda para o HUD, sistema de som Bang & Olufsen e sistemas de segurança tais como o assistente de trânsito cruzado, aviso em curva e assistência automática de emergência na direção para evitar colisões.

No lançamento, o SUV estará disponível com um motor 2.0 de quatro cilindros a gasolina (40 TFSI) e outro de igual cilindrada a gasóleo (40 TDI), em ambos os casos com 204 CV. Estes terão caixa automática S tronic de sete velocidades.

A juntar a esses haverá ainda uma unidade SQ5 Sportback com um motor V6 TDI de 347 CV, associado a uma caixa automática tiptronic de oito velocidades. Seguir-se-ão vertentes híbridas plug-in TFSIe em dois níveis de potência.

Todas as versões estão associadas a sistema de tração integral quattro, com tecnologia que permite desativar o eixo traseiro para a condução do dia-a-dia para maior eficiência, reativando-se caso as condições de condução e de motricidade assim o exijam.

Para ainda maior eficiência, há um sistema de eletrificação simples ‘mild hybrid’ com um alternador/motor de arranque por correia que armazena a energia decorrente da desaceleração e travagem numa pequena bateria de iões de lítio – graças a isso, os Audi conseguem rolar com o motor desligado ou ao ralenti durante mais tempo.

No caso do 2.0 TDI, a Audi destaca que o modelo já respeita as novas normas de emissões poluentes impostas pela União Europeia, mercê de tecnologia de tratamento duplo dos gases de escape (recorrendo à solução aquosa AdBlue).

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...