Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Lucid Air leva Musk a baixar preço do Model S duas vezes numa semana

Foi esta quarta-feira que Elon Musk anunciou através da sua conta no Twitter um corte no preço – o segundo numa semana – do seu Model S. Tudo para combater os preços praticados pela rival Lucid Motors.

O preço da versão mais baixa do Model S, o “Long Range Plus”, foi atualizado no site da Tesla esta quarta-feira à noite para os 69.420 dólares.

O anúncio através do tweet seguiu-se a notícias de preços da Lucid Motors, start-up de veículos elétricos liderada pelo ex-executivo da Tesla, Peter Rawlinson, que na quarta-feira de manhã revelou que a versão de entrada do Lucid Air irá custar 77.400 dólares — ou 69.900 dólares com incentivos governamentais.

Lucid projetou que o modelo base do seu sedan irá fornecer uma autonomia estimada de EPA de 406 milhas por carga única. O Tesla Model S, que a empresa tem vindo a entregar aos clientes desde 2012, possui uma autonomia de 402 milhas por carga.

O preço de compra do Model S baixou no início da semana nos EUA de 74.990 dólares para 71.990 dólares. O mais recente corte de preços do Model S representa mais 3,5% de desconto para os potenciais clientes norte-americanos.

O analista do Credit Suisse Dan Levy escreveu numa nota na quarta-feira que “um quarto de preço mais baixo após a descida dos preços no final de maio”, foi negativo para a Tesla a curto prazo.

Os preços também caíram na China recentemente.

De acordo com os dados da China Passenger Car Association, as entregas da Tesla na China ascenderam a 11.329 unidades em setembro, abaixo dos números de vendas de agosto, mas um número que colocou a Tesla entre os três principais fabricantes de “novos veículos energéticos”, com base nas vendas naquele país.

A GM, através da sua joint venture com a SAIC na China, bateu as vendas do Tesla Model 3 na China em agosto com as vendas do seu microcarro elétrico, o Hongguang MINI EV, que custa cerca de 5.000 dólares.

A Tesla está neste momento a tentar entregar entre 477.750 e 514.500 carros elétricos em todo o mundo até final de 2020, de acordo com a mais recente orientação de Musk na reunião anual de acionistas da empresa.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...