Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Da pista para a estrada: Aí está o novo Lamborghini Huracan STO

A Lamborghini revelou oficialmente o novo Huracan STO, um Super Trofeo homologado para a estrada com 640 CV de potência que chegará aos clientes na primavera de 2021.

Com a sua unidade motriz V10 naturalmente aspirada de 640 cv (470 kW), capaz de disponibilizar 565 Nm às 6500 rpm, o Huracán STO de tração traseira proporciona uma arrebatadora aceleração de 3,0 segundos nos 0-100 km/h, de 9,0 segundos nos 0-200 km/h, e uma velocidade máxima de 310 km/h.

O Huracán STO conta com um design exterior inteiramente novo, em que o seu inimitável perfil Lamborghini foi revisto para otimizar o fluxo de ar. Mitja Borkert, Diretor do Lamborghini Centro Stile: “Os automóveis de competição são sempre uma forte inspiração para o nosso design. O Huracán STO reflete de modo admirável a transferência de tecnologia oriunda dos nossos bem-sucedidos Huracán de competição, patente em cada detalhe estético”.

Todos os atributos do Huracán STO derivam da eficiência aerodinâmica e das tecnologias de baixo peso exigidas na competição automóvel. O Huracán STO incorpora o princípio de que o design da Lamborghini segue sempre a função: ainda mais válido para um automóvel homologado para circular na via pública, mas inspirado por um automóvel de competição.

O Huracán STO resulta da colaboração entre os departamentos de I&D, Squadra Corse e Centro Stile da Lamborghini, em que cada linha e cada caraterística são esteticamente notáveis e, ao mesmo tempo, otimizadas para garantir a melhor performance de condução.

O Huracán STO alcança o mais elevado nível de downforce da sua classe, com o melhor equilíbrio aerodinâmico para um automóvel de tração traseira, sendo a entrega de uma superior carga aerodinâmica um fator chave para o seu melhorado desempenho em curva. A eficiência global do fluxo de ar é melhorada em 37%, e um significativo aumento da downforce de 53% é obtido face ao Huracán Performante.

O capô, os guarda-lamas e o para-choques dianteiros constituem um único componente: o ‘cofango’ criado pelos engenheiros da Lamborghini combina o ‘cofano’ (capô) e os ‘parafangos’ (guarda-lamas), incluindo o para-choques dianteiro, e foi inspirado pelo Lamborghini Miura e pelo mais recente Sesto Elemento. Não só é leve, como é, também, um atributo que permite reduzir o tempo de acesso em assistência nas corridas.

Novas condutas de ar no capô dianteiro aumentam o fluxo de ar através do radiador central, para melhorar a refrigeração do motor, bem como para ajudar a gerar downforce. O cofango incorpora, também, um novo splitter dianteiro, dirigindo o fluxo de ar para o fundo do veículo de novo desenho, e para o difusor traseiro.

O cofango foi modelado para desviar o fluxo de ar no topo dos guarda-lamas dianteiros, que incorporam persianas para maximizar o fluxo de ar que sai das cavas das rodas, reduzindo a pressão no interior e aumentando a downforce na dianteira. O perfil lateral do cofango direciona o fluxo de ar em torno das rodas dianteiras, reduzindo a resistência aerodinâmica.

Um novo guarda-lamas traseiro, derivado do Super Trofeo EVO, proporciona tanto uma redução da superfície frontal do veículo, e, por consequência, do arrasto, como incrementa a downforce sobre o eixo posterior e a eficiência aerodinâmica global. Um coletor de admissão NACA, integrado no guarda-lamas traseiro do STO, funciona como tomada de admissão de ar do motor, com a conduta encurtada a permitir alcançar uma diminuição de 30% das perdas de pressão estáticas.

O revisto design da cobertura traseira apresente uma saída de ventilação integrada, para melhorar o arrefecimento do ar sob a mesma. Defletores de ar dedicados, integrados na moldura do capô traseiro, gerem o substancial fluxo de ar proveniente do snorkel, de acordo com as necessidades de regulação de temperatura do motor e do coletor de escape.

Uma ‘barbatana de tubarão’ integrada no capô traseiro melhora as capacidades dinâmicas do STO, particularmente em curva: nessas condições, o fluxo de ar proveniente da frente possui um ângulo de rotação, e os diferentes níveis de pressão, gerados pelos dois lados da barbatana, criam um efeito positivo na estabilidade direcional. A barbatana também contribui para direcionar o fluxo de ar para a asa posterior, incrementando a respetiva eficiência em curva.

A configuração aerodinâmica, com regulação manual, facilmente ajustável, da nova asa traseira otimiza o equilíbrio aerodinâmico e a resistência ao avanço de acordo com as caraterísticas da pista. Uma asa de fenda única, com aerofólios duplos, permite que a secção frontal do aerofólio rode em três posições para incrementar a downforce traseira.

Ao reduzir a distância entre os aerofólios dianteiro e traseiro, é aumentada a compressão no lado superior, elevando a intensidade e a extensão de sucção no fundo do aerofólio dianteiro. O equilíbrio aerodinâmico do automóvel, pode, deste modo, flutuar 13%, adaptando o STO aos diferentes estilos de condução e condições.

Novas condutas de arrefecimento dos travões dianteiros estão dedicadas ao arrefecimento dos discos e das pinças dos novos travões CCM-R, trabalhando em conjunto com as persianas de ar do cofango, que dissipam o ar quente das cavas das rodas dianteiras. Tomadas de ar adicionais, incluindo no fundo do veículo, e apêndices otimizados, estão situados na traseira.

O Huracán STO recorre a fibra de carbono em mais de 75% dos seus painéis exteriores, beneficiando de estruturas complexas produzidas enquanto um componente único, para uma integridade aumentada, ao mesmo tempo que reduzem o peso graças ao menor número de pontos de fixação.

Fazendo uso da sua mestria em tecnologias de baixo peso, para o guarda-lamas traseiro o departamento de I&D da Lamborghini adotou uma técnica de ‘sanduiche’ de fibra de carbono utilizada na indústria aeroespacial. Graças a esta tecnologia, o Huracán STO utiliza menos 25% de material de fibra de carbono, enquanto mantém a mesma rigidez estrutural. Registando 1339 kg a seco, o peso do Huracán STO foi reduzido em 43 kg por comparação com o já muito ligeiro Huracán Performante.

O Huracán STO incorpora um para-brisas 20% mais leve do que o do Huracán Performante, e conta com jantes em magnésio, para a mais elevada relação resistência/peso, poupando ainda mais na balança por comparação com jantes em alumínio com o mesmo fator de carga.

As jantes em magnésio são revestidas por pneus Bridgestone Potenza feito sob medida, disponíveis em duas versões: uma focada numa utilização em estrada, a outra mais orientada para circuito. Ambas combinam compostos inovadores com uma aperfeiçoada eficiência da banda de rolamento, deste modo incrementando a precisão de condução e a aderência num amplo leque de temperaturas.

A partir do momento em que o motor é colocado em funcionamento, cada elemento do Huracán STO, por dentro e por fora, estimula a alma de um piloto de competição. O Huracán STO tem no seu coração o motor V10 aspirado dos Huracán EVO e Super Trofeo, debitando 640 cv (570 kW) e um binário de 565 Nm às 6500 rpm. Com vias alargadas, casquilhos de suspensão mais firmes, barras estabilizadoras específicas e o sistema de amortecimento MagneRide 2.0 da Lamborghini, o STO oferece toda a emoção de um automóvel de competição, ao mesmo tempo que proporciona uma confortável experiência em estrada.

O motor foi calibrado para oferecer um desempenho extremamente desportivo e responsivo, com uma sensação pedal-acelerador muito direta e uma melhorada sonoridade nos altos regimes. A rapidez das passagens de caixa foi ulteriormente aumentada para proporcionar trocas de mudança altamente responsivas e céleres.

O novo Lamborghini conta com três modos de condução que exemplificam o espírito da competição do Huracán STO, centrado nos ambientes de condução de alta performance: STO, Trofeo e Pioggia.

O modo STO, selecionado por omissão, é para condução em estrada e divertimento em traçados sinuosos. Cada vertente do sistema de gestão da dinâmica do veículo Lamborghini Veicolo Dinamica Integrata (LDVI) é otimizado para todas as condições de estrada, e conjugado com uma afinação de suspensão orientada para a estrada.

No modo Trofeo, todos os sistemas são otimizados para asfalto seco e para os mais rápidos tempos por volta em pista.

Já o modo Pioggia (chuva) otimiza o controlo de tração, a vectorização de binário, a direção às rodas traseiras e o ABS para asfalto molhado. O controlo de tração e o sistema de travagem são calibrados para minimizar a perda de aderência e o corte de binário do motor, com o sistema LDVI a efetuar uma estimativa precisa para entregar apenas o binário necessário em situações de piso molhado.

A vectorização de binário reflete as baixas condições de aderência e garante o melhor desempenho em curva, ao passo que a suspensão é calibrada para maximizar a aderência e melhorar a transferência de massas.

Para suster toda a potência do novo Huracán STO, a Lamborghini dotou este modelo de novos travões carbo-cerâmicos da Brembo inspirados na tecnologia utilizada na F1, que contribuem para travar o STO a uma velocidade de 100 km/h em 30 metros e a 200 km/h em 110 metros.

A marca de Sant’Agata Bolognese fez saber que o novo Huracán STO vai estar disponível nas cores Blue Laufey e California Orange e que o preço deste bólide para a europa, arranca nos 249.412 euros excluindo impostos.

Ler Mais

pub


OUTRAS NOTÍCIAS
Comentários
Loading...